Gilberto Freyre em Parati

Nassif,

nao eh bem o lugar, mas sugiro que se inicie um Post sobre a FLIP PARATY e Gilberto Freyre.

A críitica de que eh a primeira vez que um nao ficicionista eh homenageado ao invés de um ficcionista (ja corre artigo sobre isso, em tom de crítica) parece desconhecer o excelente texto de G.F.

Darcy Ribeiro se nao me engano considera o maior ou dos maiores escritores da língua (mas talvez sejam arroubos de muito entusiasmo). E a curiosidade de que FHC ja havia sido convidado mil vezes pra seminarios em Recife, com GF vivo a convidá-lo e nunca apareceu. Só agora aparece, e porque escreveu um dos muitos prefacios mais recentes de CG&S.

Seria ótimo que os participantes distinguissem ou tentassssem distinguir tanto o lado, os momentos conservadores da obra e do escritor-antropologo-sociologo, assim como distinguissem (o que nao é fácil) o político estritamente falando do sociologo FHC e seu prefácio e sua palestra na FLIP.

Fica a sugestao. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome