Momentos de tristeza, quem não os tem?

Seleção de Luciano Hortencio

Também tenho

Meus momentos de tristeza

E quando choro

Tenho razão

Eu não, não sou

Melhor do que ninguém

Eu não. (bis)

 

Minha tristeza constante

Talvez um dia se acabe.

Ela não gosta de mim, não

Mas eu a quero, ela sabe.

 

Também tenho

Meus momentos de tristeza

E quando choro

Tenho razão

Eu não, não sou

Melhor do que ninguém

Eu não. (bis)

 

Para esquecer a tristeza

Que mora em meu coração

Eu ando sempre sorrindo

Para viver na ilusão.

 

Também tenho

Meus momentos de tristeza

E quando choro

Tenho razão

Eu não, não sou

Melhor do que ninguém

Eu não. (bis)

Castro Barbosa – MOMENTOS DE TRISTEZA – Herivelto Martins – Rubens Alves (Popeye do Pandeiro).

Disco  Columbia 55.045-A.

Abril de 1939.

Disco constante do Arquivo Nirez.

Coisas que o tempo levou.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. Deve Chamar Tristeza…

    Deve chamar-se tristeza
    Isto que não sei que seja
    Que me inquieta sem surpresa
    Saudade que não deseja.

    Sim, tristeza – mas aquela
    Que nasce de conhecer
    Que ao longe está uma estrela
    E ao perto está não a ter.

    Seja o que for, é o que tenho.
    Tudo mais é tudo só.
    E eu deixo ir o pó que apanho
    De entre as mãos ricas de pó.

    Fernando Pessoa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome