O choro Graúna, de João Pernambuco, por Jacob do Bandolim

Por Luciano Hortencio

Dando continuidade à idéia de apresentar composições relacionadas à nossa maravilhosa fauna, trago hoje, prazerosamente, o choro GRAÚNA, de João Pernambuco, na luxuosíssima interpretação do inesquecível Jacob do Bandolim.

O fonograma é o lado B do disco RCA Victor nº 80-0702, de outubro de 1950 e nos foi remetido, a pedido, pelo amigo Miguel Angelo de Azevedo (Nirez), jornalista pesquisador e um dos maiores colecionadores de disco em 78 rpm do Brasil.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

15 comentários

  1. O jovem que guardava

    Há 50 anos parece que eu sabia ser um bom rapaz amante dos Beatles e dos Rollings Stones.
    Mas, por sorte ou azar, era papo firme e, muito chegado no trem, comia as namoradinhas dos amigos meus.

    [video:https://youtu.be/fE0huN5R4uM width:600]

    Hoje, para reduzir a cinzas aquele coração de papel, sou intimado a pagar uma penca de pensões alimentícias. É uma brasa, mora?

    [video:https://youtu.be/1IUMVaVJl-w width:600]

    O publicitário Carlito Maia (1924-2002), batizou o movimento, inspirado em uma fala de Lenin ao proletariado russo: – “O futuro do socialismo repousa nos  ombros da jovem guarda!”

    [video:https://youtu.be/5IkIr55_rVE width:600]

    A Festa de Arromba começou, prá valer, às 16p0min do dia 22 de agosto de 1965, quando o Rei, junto com o Erasmo e a Wandeca estrearam, ao vivo, num domingo, o lendário ‘Jovem Guarda’, na TV Record.

    [video:https://youtu.be/pqHzZJVbPfs width:600]

    O amor é lindo, eu sei, e a Jovem Guarda construiu uma bela história com final feliz, bicho!

  2. Poetize 2016

    Sr. Editor, peço que publique no site o processo seletivo que beneficiará novos autores.

    Segue abaixo um breve release.

    Obrigado, Isaac Almeida, Vivara Editora Nacional

     

     

     

    Concurso Nacional Novos Poetas. Prêmio Poetize 2016

     

    Estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio Poetize 2016.

    Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos.

    Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa.

    O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados.

    A classificação dos poemas resultará no livro, Prêmio Poetize 2016. Antologia Poética.

    Concurso Literário e uma importante iniciativa de produção e distribuição cultural,

    alcançando o grande público, escolas e faculdades.

    Inscrições gratuitas até 05 de dezembro de 2015, pelo site: http://www.premiopoetize.com.br

    Realização: Vivara Editora Nacional

    Apoio Cultural: Revista Universidade

     

    • POETIZE 2016

      Use os pássaros como fonte de inspiração!

      Feliz concurso!

       

       

      Concurso Nacional Novos Poetas. Prêmio Poetize 2016

       

      Estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio Poetize 2016.

      Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos.

      Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa.

      O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados.

      A classificação dos poemas resultará no livro, Prêmio Poetize 2016. Antologia Poética.

      Concurso Literário e uma importante iniciativa de produção e distribuição cultural,

      alcançando o grande público, escolas e faculdades.

      Inscrições gratuitas até 05 de dezembro de 2015, pelo site: http://www.premiopoetize.com.br

      Realização: Vivara Editora Nacional

      [video:https://www.youtube.com/watch?v=5kL8_ELhmQs%5D

  3. Agradecimento.

    Obrigado amigo Luciano Hortencio, voce trouxe lembranças de um tempo de dificuldades mas que cultuavamos bom gosto, alegria e esperança. Nos faz faltar estes valores,

  4. Casamento perfeito

    Amigo Luciano,

    Você nos presenteia com um casamento prefeito: João Pernambuco e Jacob do Bandolim. Você saberia me dizer se o Jacob gravou outras músicas de João Pernambuco?

    Grande abraço da amiga Laura.

     

  5. Ainda dá tempo d’eu bater minhas asinhas?

    Quero viver como um passarinho ♫
    Cantar, voar sem direção
    Quando quiser construir meu ninho
    Hei de encontrar um coração
    Por enquanto eu quero viver
    Com toda liberdade
    Cantando aqui, pousando ali
    Esta é a minha vontade

    Não, eu não quero prisão
    Para o meu coração
    Eu não quero
    Será bem triste o meu fim
    Se eu não conseguir
    Ter a minha vida assim ♪♫

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=dx3qB9i1F8k%5D

    Abraços voadores!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome