O Monumento Tomie Ohtake

Enviado por Jns

Tomie era considerada a dama das artes plásticas brasileiras pela carreira consagrada, construída ao longo dos últimos 50 anos.

Um de seus trabalho é a escultura localizada na avenida Pedro Linahres, trecho urbano da BR-381, próximo a entrada do antigo CDP da Usiminas. A obra foi criada em 2004 em homenagem aos 40 anos da Usiminas na época e simboliza o diálogo.

Informações do Instituto Tomie Ohtake destacam que a fama conquistada pela artista desde a década de 60 nunca modificou o desafio a que se propunha: o eterno reinventar.

Nascida na cidade de Kioto, no Japão, em 1913, Tomie chegou ao Brasil em 1936, mas só começou a pintar aos 40 anos. Além da pintura e da gravura, a artista fazia esculturas em grandes dimensões para espaços públicos como a Bienal Internacional de São Paulo.

De acordo com o instituto Tomie Ohtake, 27 obras públicas de autoria da artista fazem parte da paisagem urbana de algumas cidades brasileiras. Em São Paulo, por exemplo, estão quatro painéis da Estação Consolação do Metrô de São Paulo, uma escultura em concreto armado na Avenida 23 de Maio e uma pintura em parede cega no centro, na Ladeira da Memória.

As obras de Tomie estiveram presentes em cinco edições da Bienal Internacional de São Paulo e renderam à artista um total de 28 prêmios. Em 2013, diversas exposições foram programadas em comemoração aos 100 anos de Tomie.

Com informações do Diário do Aço

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora