O que Tarkovsky tem a ensinar a Trump?, por Fábio de Oliveira Ribeiro

trump_6.jpg

por Fábio de Oliveira Ribeiro

O falastrão que se tornou presidente dos EUA segue usando o Twitter para fazer estragos. Ele estimula o crescimento do anti-semitismo e do fascismo entre seus conterrâneos. A violência política já está se espalhando pelo território norte-americano. Impossível dizer se ele conseguirá descer do tigre em que montou.

Quando vejo Donald Trump falar lembro-me das palavras de um cineasta russo:

“O mais importante é que (os homens) acreditem neles mesmos e se tornem indefesos como as crianças porque a fraqueza é grande, enquanto a força é nada. Quando o homem nasce, é fraco e flexível, quando morre é impassível e duro. Quando uma árvore cresce é tenra e flexível, quando se torna seca e dura, ela morre. A dureza e a força são atributos da morte, flexibilidade e fraqueza são a frescura do ser. Por isso, quem endurece nunca vencerá.” STALKER, filme do cineasta russo Andrei Tarkovsky

Roma era flexível o suficiente para romanizar os povos derrotados. Ao conceder-lhes cidadania, a cidade eterna transformava-os em cidadãos fiéis devotados aos valores romanos. Enquanto mantinham suas fronteiras permeáveis, os romanos expandiram seu poder e absolveram novos povos e territórios. Quando resolveu fixar definitivamente suas fronteiras, o império se tornou rijo e morreu.

Os EUA cresceu porque fomentou o convívio pacífico e lucrativo entre as nações que os norte-americanos ambicionavam liderar. No momento mesmo que os EUA resolveu construir um muro na fronteira do México e predominar acima de todas as nações o império gringo carimbou seu destino. Trump é apenas o coveiro encarregado de escrever R.I.P na lápide do Uncle Sam.

Em breve o império zumbi, envelhecido, envilecido e endurecido terá que ser enterrado. Pequena perda, diremos…

0gif-tarja-mensagens.jpg

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora