Padroeiro do Brasil, rogai por nós!

A data consagrada a São Jorge é 23 de abril, porém o Padroeiro do Brasil está presente na vida do povo brasileiro em todos os dias, quer como São Jorge, quer como Ogun, nas religiões afro-brasileiras.

É um santo muito simpático e querido, guerreiro aguerrido contra o mal, simbolizado pelo dragão. Peçamos a São Jorge para que atravessemos esses momentos de tormenta e ajude a erguer nosso Brasil para o patamar em que merece e deve estar.

Trago o samba PADROEIRO DO BRASIL, de Ari Monteiro e Irany de Oliveira, através da interpretação de Hélio Chaves, em 1953, bem como de Maria Bethânia, cincoenta anos depois.

São Jorge, Padroeiro do Brasil, rogai por nós!

https://www.youtube.com/watch?v=AY70YoRTRUI]

[video:https://www.youtube.com/watch?v=fGCVuq6c0BU

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

29 comentários

  1. Salve Guerreiro!

                       Tem a minha admiração

                       Salvador das gatas prendadas

                       Das garras dos malas e dos dragões

  2. Supersticioso

           Jorginho é espadachim valente e corajoso
           Muito diferente do desconfiadaço Mineirinho
           O gato escaldado corre mais que notícia ruim
           Quando um dragão nervoso cruza seu caminho

    Belas imagens garimpadas na Internet

  3. Al – Khird

      O mito de São Jorge, é tão forte há séculos, que mesmo no Islã, existem discussões teológicas referentes a este ” Santo” ou “Profeta” , como na sunna do Corão onde interpreta-se que Al – Khird, um dos profetas anteriores a Maomé, do qual se baseia a doutrina islamica do sufismo, tambem matou um dragão ao largo do litoral do  Libano.

       Tanto que existem clérigos, que possuem interpretações sobre esta semelhança, como em: //eshaykh.com/history/al-khird-and-st – george/

  4. https://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=santo&id=195

    São Jorge
    Século IV

     

    23 de Abril – São Jorge, o Grande

    Mártir (século IV)

    A existência do popularíssimo são Jorge, por vezes, foi colocada em dúvida. Talvez porque sua história sempre tenha sido mistura entre as tradições cristãs e lendas, difundidas pelos próprios fiéis espalhados entre os quatro cantos do planeta.

    Contudo encontramos na Palestina os registros oficiais de seu testemunho de fé. O seu túmulo está situado na cidade de Lida, próxima de Tel Aviv, Israel, onde foi decapitado no século IV, e é local de peregrinação desde essa época, não sendo interrompida nem mesmo durante o período das cruzadas. Ele foi escolhido como o padroeiro de Gênova, de várias cidades da Espanha, Portugal, Lituânia e Inglaterra e um sem número de localidades no mundo todo. Até hoje, possui muitos devotos fervorosos em todos os países católicos, inclusive no Brasil.

    A sua imagem de jovem guerreiro, montado no cavalo branco e enfrentando um terrível dragão, obviamente reporta às várias lendas que narram esse feito extraordinário. A maioria delas diz que uma pequena cidade era atacada periodicamente pelo animal, que habitava um lago próximo e fazia dezenas de vítimas com seu hálito de fogo. Para que a população inteira não fosse destruída pelo dragão, a cidade lhe oferecia vítimas jovens, sorteadas a cada ataque.

    Certo dia, chegou a vez da filha do rei, que foi levada pelo soberano em prantos à margem do lago. De repente, apareceu o jovem guerreiro e matou o dragão, salvando a princesa. Ou melhor, não o matou, mas o transformou em dócil cordeirinho, que foi levado pela jovem numa corrente para dentro da cidade. Ali, o valoroso herói informou que vinha da Capadócia, chamava-se Jorge e acabara com o mal em nome de Jesus Cristo, levando a comunidade inteira à conversão.

    De fato, o que se sabe é que o soldado Jorge foi denunciado como cristão, preso, julgado e condenado à morte. Entretanto o momento do martírio também é cercado de muitas tradições. Conta a voz popular que ele foi cruelmente torturado, mas não sentiu dor. Foi então enterrado vivo, mas nada sofreu. Ainda teve de caminhar descalço sobre brasas, depois jogado e arrastado sobre elas, e mesmo assim nenhuma lesão danificou seu corpo, sendo então decapitado pelos assustados torturadores. Jorge teria levado centenas de pessoas à conversão pela resistência ao sofrimento e à morte. Até mesmo a mulher do então imperador romano.

    São Jorge virou um símbolo de força e fé no enfrentamento do mal através dos tempos e principalmente nos dias atuais, onde a violência impera em todas as situações de nossas vidas. Seu rito litúrgico é oficializado pela Igreja católica e nunca esteve suspenso, como erroneamente chegou a ser divulgado nos anos 1960, quando sua celebração passou a ser facultativa. A festa acontece no dia 23 de abril, tanto no Ocidente como no Oriente.

    Texto: Paulinas Internet

  5. Conheço tanto pessoas da

    Conheço tanto pessoas da religião católica quanto pessoas de religião afro brasileira que não admitem que São Jorge e Ogum sejam a mesma coisa. Esse sincretismo é do tempo que a sociedade escravocrata não permitia o exercício de religiões africanas pelos escravos.

    Mas sincretismo (também com budismo e ateismo) na religião de brasileiros, acredito que sempre existirá.

    O que importa é que: Art. 5º Constituição Federal  –  VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

  6. Russia

      Neste ano foi comemorado em Moscou ( cidade cujo Padroeiro é S. Jorge, da Russia tambem ), os 70 anos da vitória russo – soviética na 2a Guerra Mundial, por motivo desta festividade,a Grécia enviou a Russia, uma das mais importantes peças que foram mostradas nesta comemoração, o que ?

       Conforme a tradição da igreja ortodoxa, a mão direita de São Jorge, encontra-se vedada em uma arca, cuja guarda é responsabilidade dos monges do Monastério do Mt. Athos, na Grécia, e foi pela primeira vez na história, levada a Russia, sendo que após o desfile da vitória de 70 anos, foi conduzida por 4 cidades russas por mais dois meses ( Smolensk, Orel, S.Petersburgo e Tula ).

        São Jorge, mito ou lenda, não importa qualquer classificação de fé, é um dos unicos “icones”, ou até um dado, fruto, de inconsciente coletivo, que representa tanto o ocidente quanto o oriente, pois é uma “lenda/mito” que exsite há séculos em varias culturas, uma boa sintese, bastante iconografica – básica – deste “Jorge”, até em uma dimensão politico – histórica, esta representada no “Brasão de armas oficial ” da Federação Russa, na qual existe a “aguia de duas cabeças” (  aguias desde antes dos romanos, heraldicamente significam PODER temporal, e a russa, antigamente tambem a do império austro – hungaro, possuem “duas cabeças”, pois são voltadas tanto para o oriente, como para o ocidente ), alem desta aguia bicéfala, e nela centralizada – heraldicamente no “coração” – esta São Jorge, na classica posição de assalto ao dragão.  

          Para quem quiser ver o brasão: //br.sputniknews/sociedade/20150424/852766.html ou na wikipedia

  7. Olá queridos amigos

    Pelo jeito, está tudo muito bem com vocês e isto é bom dimais ! Só hoje consegui encontrá-los, primeiro pq estive mt ocupada esta semana e depois com essa mudança no Blog. fiquei um tantico confusa. Vocês gostaram da mudança? Não sei se entendi direito, mas considerei confuso a procura por determinado artigo.

    Um abração bem grande para todos e um bom final de semana.

    E VIVA SÃO JORGE , que parece já estar dando umas contribuiçõezinhas. né Luciano ?

     

  8. De São Jorge,

    tenho a lembrança da música de um “disco de cera-78rpm” que pertenceu ao meu pai.

    Intérprete: Alcides Gerardi – QUADRO DE SÃO JORGE – samba de Irani de Oliveira.
    Ano de 1956.

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=rNvJwKO19qw%5D

    Além do ditado que ouvia de minha mãe: “enquanto existir cavalo, São Jorge não anda a pé”(risos)

    Bem aplicado aos dias de hoje!

    Obs: vídeo “raptado” lá do luciano hortencio

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome