Roberto Carlos, além de tantas emoções, “a rebelião da juventude”

Por Odonir Oliveira

Roberto Carlos em início de carreira, antes da Jovem Guarda,  quando ainda cultivava em nós, jovens imaturos, ingênuos,e completamente alienados politicamente, uma necessidade de inovar, de fazer uma rebelião, talvez a de costumes, de valores morais, da qual nos apropriaríamos em seguida.

Lembro-me na época, de uma capa da revista REALIDADE, de maio de 1966 : ” Roberto Carlos, a rebelião da juventude”. que me fez ir ao dicionário procurar o significado da palavra rebelião, inclusive. Creio que era uma reportagem do Roberto Freire, o terapeuta, que naquele momento escrevia para a revista.

Eram momentos de profunda ingenuidade. Tratava-se sim de uma utopia que já nem saberia mais dizer qual.

https://www.youtube.com/watch?v=sMaqZEEFPOk]     https://www.youtube.com/watch?v=mJ9Fu9JGo0s]

https://www.youtube.com/watch?v=RuUgnhm6m3o]      https://www.youtube.com/watch?v=8SBqoMquB3g] 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=nieepjlgJ3A     [video:https://www.youtube.com/watch?v=K8KBs7hBOTQ

[video:https://www.youtube.com/watch?v=ndDRqoOfPRI   [video: https://www.youtube.com/watch?v=8pPSMvWYPS0

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora