São Paulo é palco de “Hiroshima e Nagasaki nunca mais”

O evento gratuito conta com palestras, leitura dramática e espetáculos, em memória das vítimas da bomba atômica

Foto: Simone Ezaki

Jornal GGN – De 6 de agosto, dia em que se completa 71 anos em que as bombas atômicas foram lançadas no Japão, até dia 3 de setembro, a cidade de São Paulo recebe o evento “Hiroshima e Nagasaki nunca mais”, no Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana). O projeto, que irá contar com um ciclo de palestras, debates, peças teatrais e leitura dramática, gratuitas, nos faz lembrar desse momento histórico e refletir sobre o que podemos fazer para não repetir tais fatos.

Um dos destaques do projeto é o espetáculo “Os três sobreviventes de Hiroshima”, estrelado por Takashi Morita, Junko Watanabe e Kunihiko Bonkohara sobreviventes reais da bomba atômica. As apresentações da peça, que tem direção de Rogério Nagai, estão marcadas para o dia 20 e 27 de agosto, com a última apresentação na Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha.

Na montagem, que levou um ano de pesquisa até a realização, os artistas relatam suas experiências no momento da explosão, seus efeitos, os dias que se sucederam e a imigração para o Brasil. O roteiro e encenação se desenvolveu a partir do conceito de biodrama (vertente do teatro-documentário).

“A nossa atual geração é privilegiada, pois será a última que terá contato com sobreviventes que estiveram no local e conviveram com o pós-guerra, tendo em vista que os mais jovens estão na faixa dos 70 anos de idade. Esse espetáculo é um grito abafado dessas vozes ressonantes das vítimas (em sua maior parte crianças que estavam nas ruas no momento da explosão) não só do Japão, mas de todos os países que foram vítimas de guerras e de ataques como ainda ocorre hoje, ou seja, ainda não aprendemos com os nossos próprios erros”, disse Rogério Nagai, diretor da peça e coordenador do evento.

“Hiroshima e Nagasaki nunca mais”, tem produção da Nagai Produções Artísticas e Culturais, junto com o apoio institucional do Centro Universitário da FEI, Fundação Japão, Associação Hibakusha Brasil pela Paz, Poiesis, Fábrica de Cultura, Secretaria do Estado da Cultura e Governo do Estado de São Paulo.

Serviço

“Hiroshima e Nagasaki nunca mais”

Local: Centro Universitário da FEI – Campus São Paulo

Endereço: Rua Tamandaré, 688 – Liberdade, São Paulo – SP, 01525-000

Capacidade: 280 lugares

Programação

Dia 6 de agosto, às 18h: Abertura do evento e leitura dramática de “O Legítimo Pai da Bomba
Atômica” de Murilo Dias César com o grupo Garagem 21 – direção de Cesar Ribeiro. Após a leitura terá debate com o autor e grupo.

Elenco: Alexandre Galves, Alexandre Mercki, Edson Alves, Karine Luiz,
Monica Rosseto, Pedro Conrado e Ulisses Sakurai

Mediação: Rogério Nagai

Dia 13 de agosto, às 18h: Palestra “Hiroshima e Nagasaki: testemunho, inscrição e memória das catástrofes”. Após a palestra terá debate com os autores.

Convidados: Paulo Cesar Endo, Cristiane Izumi Nakagawa e André Lopes Loula.

Mediação: Rogério Nagai

Dia 20 de agosto, às 18h: Apresentação do espetáculo “Os Três Sobreviventes de Hiroshima”

Roteiro e direção: Rogério Nagai

Elenco: Takashi Morita, Kunihiko Bonkohara, Junko Watanabe e Rogério Nagai.

Duração: 60 minutos

Classificação: livre

Gênero: Teatro-Documentário

Mediação: André Lopes Loula.

Após apresentação debate com o diretor do espetáculo.

*Retirada dos ingressos 1h antes do início do espetáculo.

Dia 3 de setembro, às 18h: Palestra “Os perigos e efeitos da radiação e direitos humanos”. Após a palestra terá debate com profissionais da área.

Convidados: Maria Vera Cruz de Oliveira, Chico Whitaker, Flávio de
Leão Bastos Pereira e Denise Bertola.

Mediação: Rogério Nagai.

Apresentação do espetáculo “Os Três Sobreviventes de Hiroshima”

Dia 27 de agosto, às 15h

Local: Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

Endereço: R. Franklin do Amaral, 1575 – Vila Nova Cachoeirinha, São Paulo – SP, 02479-001

Capacidade: 200 lugares

*Entrada franca para todos os eventos. Sujeito à lotação
máxima.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome