Trivial de Cacilda Becker

Por Nilva

CanalMemoria — 28 de setembro de 2007 — Cacilda Becker foi o maior mito teatral do país. Começou a representar nos anos 40, e só cessou suas atividades quando sofreu um enfarto durante uma apresentação do espetáculo ‘Esperando Godot’ (1969). Um mês depois do acidente, veio a falecer. A sua figura ficou imortalizada na memória dos milhares de brasileiros que presenciaram sua ‘fúria santa’ em cena. Cacilda representou mais de cem personagens ao longo de sua carreira teatral. Fez apenas dois filmes, uma novela, e alguns teleteatros. Talvez, um dos motivos que a transformaram nessa lenda, é o fato de se haver pouco registro filmado da atriz

No ano de 1968, a Rede Bandeirantes colocava no ar a história ‘Inês de Castro’, dentro da série ‘Teatro Cacilda Becker’. A emissora estava engatinhando: iniciara suas transmissões no ano anterior. Cacilda estrelava o teleteatro, baseado numa história verídica de amor proibido que se passou em Portugal no século 14. Ao seu lado estavam Mauro Mendonça, Homero Kossac, Jairo Arco e Flecha, e Marta Greiss.

Nessa cena, um dos raros registros da atriz, temos a oportunidade de vê-la exercer seu talento ímpar. Participa da cena, também, o futuro cantor e ator Fábio Júnior com apenas 14 anos de idade.

CanalMemoria — 8 de maio de 2009 — Rara imagem da atriz Cacilda Becker, em entrevista para a Rede Tupi de Televisão.

No fatídico ano de 1968, auge da censura e atentados da Ditadura contra a liberdade de expressão, a atriz Cacilda Becker militava nos direitos da classe artística. Sempre engajada na luta contra a censura, nessa entrevista feita pela TV Tupi, a atriz fala sobre a resolução do episódio em que policiais agrediram os atores da peça “Roda Viva”, em pleno camarim.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome