Emprego industrial tende a se estabilizar, diz pesquisa

Jornal GGN – De acordo com pesquisa realizada pela Fiesp e pelo Ciesp, o emprego industrial continua em queda, mas a um ritmo menor do que observado no passado e com tendência de estabilidade. O estudo divulgado nesta terça-feira (16) registrou perda de seis mil vagas na indústria paulista em julho, um recuo de 0,26% em relação a junho. Com o ajuste sazonal, a retração foi de 0,15%.

Segundo o responsável pelo levantamento, o diretor titular do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon), Paulo Francini, a indústria ainda vai registra algumas quedas, “mas em menor dimensão do que há seis ou oito meses”.

Este ano, 165 mil vagas de trabalho devem desaparecer na indústria. Ano passado foram 235 mil. Para Francini, o começo de 2016 foi o pior momento do ano até agora, mas mais cortes são esperados para dezembro. “Tivemos um início de ano muito ruim, e como uma perda grande sempre acontece em dezembro, esta é inexorável: vamos ter mais desemprego ainda. Um quadro ainda ruim, mas com tendência de até o final do ano alcançarmos uma estabilidade”, explicou.

O Depecon analisou 22 setores. 68% deles registraram queda do nível de emprego. A situação é mais grave no segmento e Produtos de Metal, que fechou mais de mil postos de trabalho. Em seguida vieram: Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos (-883 postos) e Confecção de Artigos de Vestuário e Acessórios (-750).

O recorte por regiões divide o país em 36 áreas. Dessas, 25 tiveram variação negativa no nível de emprego, nove registram aumento de vagas e duas ficaram estáveis.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. os desempregados vão……

    O paciente está na UTI, estável respirando por aparelhos (globo fiesp), perspectiva de vida vegetativa mas parou de piorar.

    Lembra-se dos boletins médicos do Tancredo que culminaram com: Lamentamos informar…

  2. Sob o governo de financistas

    Sob o governo de financistas e traidores, o emprego industrial Ira estabilizar, tao logo atinja o numero de zero empregados trabalhando.

    Ai sim, tera chagado definitivamente ao fundo do poco de onde nao mais passara.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome