Neurocientistas criam método para apagar memórias ruins

Jornal GGN – No que mais parece o enredo do filme “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”, estrelado por Kate Winslet e Jim Carrey, cientistas holandeses anunciaram que conseguiram criar um método para apagar a memória ruim das pessoas. O método foi chamado de eletroconvulsoterapia (ECT) que permite “atingir e perturbar a memória de um episódio perturbador dos pacientes”.

A um grupo de voluntários foram exibidas histórias traumáticas por meio de um slideshow. Em seguida, o grupo foi convidado a narrar os episódios vistos na apresentação. O passo seguinte foi submeter parte do grupo à terapia de ECT. No dia seguinte, em um teste, os pacientes submetidos ao experimentos tiveram maior dificuldade de recordar os acontecimentos exibidos um dia antes, ao contrário dos demais que não passaram pelo ECT.

O teste foi realizado em 42 pacientes com depressão grave, então há, segundo os pesquisadores, uma chance de que poderiam haver resultados diferentes em pacientes normais. Os pesquisadores alertam que o método não é divertido: ele induz a convulsões, já que o cérebro dos pacientes estão submetidos a choques elétricos.

A nova pesquisa apresenta resultados um ano depois de outro teste, feito com ratos, que teve sucesso ao apagar as memórias dos roedores. Há poucos meses, outro estudo ajudou a descobrir o gene que nos ajuda a esquecer memórias. Mas um método de apagar memórias particulares de forma instantânea ainda não havia sido alcançado.

Os cientistas envolvidos no estudo afirmam que são necessárias mais pesquisas sobre o tema. Eles acreditam que, no futuro, haverão mais avanços que irão permitir tratamentos de doenças como depressão grave e transtorno de estresse pós-traumático.

Com informações do Gizmodo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Hollywood e agenda neurocientífica atual

    Será que as conexões entre um filme como “Brilho Eterno de Uma Mente Sem lembranças” e essa neuro-técnica para apagamento de memórias são maiores do que a gente imagina? Hollywood poderia ser um dos instrumentos de uma verdadeira agenda setting para para promover junto à opinião pública a agenda tecnocientífica atual, tornando os seus objetivos naturais e aceitáveis? Como explicar essa sincronicidade entre temas dos roteiristas de Hollywood e a agenda neurocientífica?

    http://cinegnose.blogspot.com.br/2012/09/hollywood-e-engenharia-dos-sonhos-dos.html

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome