Pernambuco lança linha de crédito para energia solar

Jornal GGN – O governo do estado de Pernambuco quer incentivar o uso de energia solar por empresas e para isso está criando uma linha de financiamento específica para a aquisição e instalação de painéis fotovoltaicos. Na primeira fase, o Banco do Nordeste vai disponibilizar R$ 5 milhões em recursos.

O decreto que institui o programa foi assinado pelo governador Paulo Câmara no último dia 29 de maio.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, espera que a iniciativa atraia 150 novos usuários, o que representaria um aumento de 30% na base do país, que atualmente conta com 500 usuários de painéis fotovoltaicos.

“Se conseguirmos ampliar essa base, fazendo com que se usem muitos equipamentos de energia fotovoltaicas no estado, o próximo passo é começar a montar uma base de indústria no estado que possa fornecer esses equipamentos”, disse Norões.

O programa está aberto para empresas que planejem produzir até 1.000 kW de energia. Os painéis ficarão ligados à rede elétrica local, da Celpe, e todo excedente de produção vai para outros usuários, o que gerará um crédito a ser abatido da conta de luz das empresas.

Os prazos de amortização do financiamento do programa PE Solar são de até 96 meses, com seis meses de carência, juros de até 8,24% ao ano para micro pequenas e médias empresas e de 5,3% ao ano para cooperativas e cooperados do setor rural. O pagamento em dia acarretará em desconto nos juros para 7% e 4,5% respectivamente. O financiamento tem limite de R$ 300 mil, o que poderá cobrir até 80% dos custos do projeto.

Os recursos iniciais do programa virão do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

Com informações do CanalEnergia

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora