A aposta no ouro

Do The Moscow Times

A Aposta No Ouro Paga O Premio Enquanto O Dólar Cai.

By Anatoly Medetsky

Com os preços do ouro oscilando em torno de US$ 1.515,00 a onça e o dólar dos EUA caindo em relação ao rublo, uma recomendação feita por Vladimir Putin, há cinco anos atrás para comprar mais ouro parece, agora, extraordinariamente perspicaz. 

Putin, então presidente, em novembro de 2005 sugeriu que o Banco Central aumentasse a quota de ouro em suas reservas, assim que o preço do ouro atingiu em 18 anos  um pico  de 493 dólares a onça.

“Em ouro”, acrescentou Putin, falando durante uma visita à região de Magadan, “a população russa poderá encontrar uma alternativa de investimento alem do dólar e do euro.”

Um mês depois, o Banco Central iniciou um acúmulo tangível do estoque de ouro em seus cofres, seus dados mostram.

O ouro contabilizava  entre 3 a 2,2% das reservas em 2005 que totalizavam US$ 3,7 bi, quando cresceu a parcela em dólar. Mas até este mês, a proporção de ouro em suas reservas atingiram 7,8%, segundo o BC. A expectativa é aumentar a quota para 10 %.

Os esforços do banco para comprar ouro devem assumir um novo brilho, agora que muitos economistas pronunciam a condenação e a agonia do dólar dos EUA, que poderia enfraquecer ainda mais o governo na luta contra uma dívida de 14 trilhões de dólares.

Há uma possibilidade de os Estados Unidos optarem pela emissão de moeda para aliviar o fardo da sua dívida, o que reduziria ainda mais o valor do dólar, disse o economista do Banco Alfa, Natália Orlova.

 “O risco é considerável,” ela disse.

O argumento contra colocar muito ouro nas reservas é a limitada liquidez das commodities, disse Orlova.

Dados lançados na semana passada pelo Fundo Monetário Internacional  mostram que o Banco Central russo aumentou até Março suas reservas de ouro de 18,8 toneladas para 811,1 toneladas. O Conselho Mundial do Ouro classifica o orgão regulador russo como possuidor da oitava maior reserva do metal entre os bancos centrais a nível mundial.

Os Estados Unidos lideram a lista do Conselho Mundial do Ouro, com uma longa estabilidade em 8.133 toneladas, ou 75 % das suas reservas, seguida pela Alemanha e pelo Fundo Monetário Internacional.

O BC russo comprou 136,6 toneladas de ouro no ano passado. Seu primeiro vice-presidente Georgy Luntovsky disse em Janeiro que o órgão regulador tem a intenção de comprar pelo menos 100 toneladas do metal por ano.

O ouro também acena para outras economias emergentes que estão cautelosos com o dólar. O México aumentou seu estoque de ouro, em Fevereiro e Março, com um enorme salto, dos meros 6,9 ton. para 100,2 toneladas no valor de mais US $ 4 bilhões, de acordo com o FMI.

Além de justificar a política do Banco Central em relação ao ouro, o dólar variável também ajuda as autoridades fiscais do país, controlando a inflação.

A Rússia importa a parte do leão dos seus bens de consumo – o que significa que com o dólar fraco, as pessoas gastam menos com os gêneros de primeira necessidade e com os bens duráveis​​.

O dólar subiu 1,2 por cento, indo para 27,9 rublos nesta Quinta-Feira. Enquanto o óleo bruto de Urais, principal produto de exportação da Rússia, ficou quase inalterado em $ 110,60 o barril.

Pela cotação de 05 de Maio, o rublo se valorizou 12 por cento desde o início deste ano na rabeira do petróleo caro. Isto ocorreu apesar da enorme saída de capital, que chegou a quase US $ 50 bilhões nos últimos oito meses, atrasando assim o balanceamento dos efeitos da subida dos preços do petróleo, declarou o Banco Alfa.

Um rublo forte fere os exportadores, que ganham menos rublos pelo seu petróleo, gás natural e metais no mercado externo, ao mesmo tempo que suas despesas denominadas em rublos para produzir os recursos aumentam a cada ano com a inflação.

Os exportadores levaram a questão a uma reunião com o Primeiro-Ministro Putin no mês passado, o qual ordenou que o governo considerasse o enfraquecimento do rublo. O Ministro das Finanças, Alexei Kudrin, disse mais tarde que ele preferiu reduzir a inflação – e abaixar as taxas de juros para a recuperação da economia – do que enfraquecer o rublo. Mas ele admitiu que cada rublo diminuído do valor do dólar privará o orçamento federal de 204 bilhões de rublos em receitas este ano, se o preço do petróleo se mantiver no nível atual.

O Banco Central fez uma tentativa para reduzir a inflação, quando ele aumentou sua taxa de refinanciamento  para 8,25 por cento no final do mês passado, disse o economista- chefe Vladimir Tikhomirov do Otkritie . O regulador deverá avaliar o impacto do recente salto nos preços da gasolina antes que ele faça seus próximos movimentos , disse ele.

A taxa de inflação, que agora parece em vias de atingir 9 por cento, poderia diminuir consideravelmente no segundo semestre do ano, Tikhomirov disse. As razões incluem  uma base menor  de comparação, ou uma taxa mais baixa no mesmo período do ano passado, e as chances de uma boa colheita, que causaria uma queda nos preços dos alimentos, ele disse.

O rublo só vai enfraquecer com a queda dos preços do petróleo e não devido a qualquer intervenção do Banco Central, disse ele.

No que parece ser a prova desse ponto de vista, o Banco Central não se preocupou em abocanhar muitos dólares no mercado em Abril – uma estratégia que ajudou a apreciação do rublo. O BC Informou que na quarta-feira comprou um total de 3,66 bilhões de dólares, o menor nível desde Janeiro.

Comprando e vendendo dólares, o Banco Central controla a taxa cambial.

Veja quem tem as quinze maiores reservas em ouro

Brasil 35 ton. (14/04/2011) – UK 310,3 ton.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora