A capitalização de Telebrás

Por foo

Da Folha

Telebrás pede R$ 1,4 bilhão para tocar plano de banda larga até 2011

O presidente da Telebrás, Rogério Santanna, afirmou nesta terça-feira que a estatal pediu ao governo R$ 1,4 bilhão para sua capitalização e execução do PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) para até 2011.

Desse total, R$ 600 milhões deverão ser executados ainda este ano, prazo para que o governo leve o PNBL para cem cidades, além de 15 capitais e o Distrito Federal.

Segundo Santanna, o plano terá um orçamento de R$ 400 milhões para 2011 e, caso o esse volume de R$ 1 bilhão seja completamente executado, a Telebrás pedirá os R$ 400 milhões restantes.

Esses valores ainda precisam ser aprovados pelo Congresso. O dinheiro para o plano virá do Tesouro Nacional.

Agora vem a parte interessante: de acordo com este video, 30% é a taxa de penetração necessária para gerar uma crise na mídia impressa: 


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome