A paralisia do acordo União Europeia-Mercosul

Em texto simbólico, parlamentares deixaram claro que acordo não teria apoio no Parlamento nos termos em que está formulado atualmente

Arte Portal Vermelho

Jornal GGN – As negociações em torno de um acordo comercial entre União Europeia e Mercosul estão paralisadas por conta da espera de um anexo de compromissos com o maio ambiente que ainda não começaram a ser negociados.

A parte comercial levou 20 anos para ser assinada, e ocorreu apenas em junho de 2019. No momento, o acordo está em revisão jurídica para, posteriormente, ser enviado para tradução para os 23 idiomas do bloco europeu e ratificação no Conselho Europeu, Parlamento Europeu e, dependendo do formato, para os parlamentos dos países que integram a UE e o Mercosul.

Contudo, a maioria dos parlamentares europeus aprovou um texto no ano passado afirmando que o texto não seria consolidado nos termos em que está formatado atualmente e que seriam necessários compromissos ambientais adicionais – embora o texto seja simbólico, ficou claro que o acordo não teria apoio no Parlamento.

Além disso, os negociadores europeus apresentaram uma proposta de “anexo” com compromissos ambientais, exigidos pelos partidos de esquerda e pelos partidos Verdes. Desde então, apenas conversas informais foram mantidas e o acordo encontra-se parado. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora