A Varig e a CAIO

Hoje em dia há 2.500 ônibus novos rodando em São Paulo, com carrocerias da marca CAIO. A empresa faliu há alguns anos. A sabedoria e coragem de um juiz impediu que ele fosse fechada. Foi arrendada, aumentou a produção, aumentou o valor, contratou mais funcionários. E, agora, irá a leilão valendo muito mais.

Mais detalhes na minha coluna de amanhã, na “Folha”.

PS — Devido ao episódio da venda da CTEEP, deverei abordar o caso CAIO depois de amanhã.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora