Após queda acentuada, Bolsa paralisa negócios com circuit breaker

A motivação da queda fica com a decisão de Donald Trump de restringir voos entre Europa e Estados Unidos.

Jornal GGN – Pouco tempo após a abertura do pregão, a Bolsa brasileira acionou o circuit breaker, que impede grandes perdas aos investidores. O mecanismo é acionado quando a Bolsa cai 10% e os negócios são interrompidos por meia hora. Hoje, o índice caiu 11,65%. Esta é a terceira vez que o circuit breaker é acionado na semana, reflexo do coronavírus na economia global.

Com a queda, o índice é cotado em terno de 75 mil pontos, menor patamar desde setembro de 2018, época da corrida eleitoral.

A motivação da queda fica com a decisão de Donald Trump de restringir voos entre Europa e Estados Unidos. A intenção de Donald é restringir a disseminação da doença entre americanos.

Como consequência da medida de Donald, o preço do petróleo apresentou nova queda. Isso já havia acontecido na semana anterior, quando as tratativas sobre redução da produção entre Rússia e Opep foram interrompidas, refletindo nas bolsas mundiais.

A Bolsa de Nova York também acionou o circuit breaker logo na abertura, quando o índice caiu mais de 7%. Na Europa, os índices caíram entre 7,9% e 8,9%.

Com informações da Folha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora