Balança comercial tem superávit de US$ 144 milhões

Jornal GGN – O saldo da balança comercial da primeira semana de novembro registrou superávit de US$ 144 milhões, resultado de exportações de US$ 2,998 bilhões e de importações de US$ 2,854 bilhões, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Em quatro dias úteis, a média diária das exportações somou US$ 749,5 milhões, valor 4,2% abaixo da média diária de novembro de 2014 (US$ 782,3 milhões), como consequência da queda nas vendas de produtos básicos (-5,6%), por conta, principalmente, de farelo de soja, petróleo em bruto, minério de ferro, fumo em folhas, algodão em bruto, café em grão e carne de frango, e semimanufaturados (-2,7%), como resultado da queda de semimanufaturados de ferro/aço, ferro-ligas, madeira serrada ou fendida, couros e peles, celulose e óleo de soja em bruto.

Por outro lado, as vendas de produtos manufaturados cresceram 0,1% em razão dos embarques de etanol, motores para automóveis e automóveis de passageiros. No comparativo com a média diária de outubro deste ano, houve retração de 1,9%, em virtude da queda nas vendas de produtos básicos (-7,2%). Por outro lado, cresceram as vendas de produtos manufaturados (4,4%) e de semimanufaturados (1,1%).

Nas importações, a média diária da primeira semana de novembro atingiu US$ 713,4 milhões, 21,1% abaixo da média diária de novembro do ano passado (US$ 903,6 milhões) como consequência da queda de gastos com combustíveis e lubrificantes (-51,6%), adubos e fertilizantes (-56,2%), siderúrgicos (-31,2%) e veículos automóveis e partes (-24,7%).

No comparativo com outubro de 2015, houve crescimento de 6,6%, pelos aumentos nos desembarques de plásticos e obras (36,3%), borracha e obras (27,8%), equipamentos mecânicos (24,6%), instrumentos de ótica (21,6%), veículos automóveis e partes (16,8%), químicos orgânicos e inorgânicos (15,6%) e aparelhos eletroeletrônicos (13,7%).

Até a primeira semana de novembro, as exportações totalizaram US$ 163,543 bilhões e as importações, US$ 151,154 bilhões, gerando um superávit US$ 12,389 bilhões. De acordo com o MDIC, as exportações acumularam média diária de US$ 771,4 milhões, valor 15,1% menor que o verificado no mesmo período de 2014 (US$ 908,3 milhões).

As importações apresentaram desempenho médio diário US$ 713 milhões, 22,6% abaixo do registrado no mesmo período de 2014 (US$ 920,6 milhões). No ano, a corrente de comércio soma US$ 314,696 bilhões, com média diária de US$ 1,484 bilhão, 18,8% menos que o verificado em 2014 (US$ 1,828 bilhão).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora