BCE mantém taxa de juros em 0,25% e evita novas medidas

Jornal GGN – O Banco Central Europeu não alterou sua principal taxa de juros na mínima recorde de 0,25% nesta quinta-feira (8). A autoridade monetária quer evitar a adoção de novas medidas políticas, enquanto aguarda uma aceleração da inflação.

O banco também manteve a taxa que paga sobre depósitos bancários overnight em 0%, e manteve sua taxa de empréstimo em 0,75%. A decisão de manter as taxas de juros era esperada. O banco ainda aguarda as previsões econômicas atualizadas em junho, quando acontece a próxima reunião da instituição. Somente a partir das publicações das projeções econômicas provenientes deste encontro, o BCE deve considerar mudanças, segundo o presidente Mario Draghi.
 
A expectativa fica sob a avaliação de agir ou não para combater a inflação baixa, que corre o risco de ficar presa na “zona de perigo” abaixo de 1%.
Draghi afirmou também que o Conselho Diretor está confortável em agir da próxima vez, mas antes quer ver as projeções da equipe. Para ele, a recuperação moderada da zona do euro está prosseguindo e as pressões inflacionárias estão fracas.

 
O executivo completou dizendo que as pressões de preços permanecem baixas e que a inflação anual não vai subir rumo à meta do BCE, de pouco abaixo de 2%, até o final de 2016.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Aqui usam quase 50 vezes mais para “controlar a inflação” …

    Enquanto lá eles se preocupam com deflação a 0,25% de juros…

    Será que este é o real problema mesmo, de verdade a beça?

    Ah sim, esqueci … tem a banca!…

  2. Especuladores

    Enquanto aqui, o PIG em conluio com especuladores e Banqueiros, fazem pandemonio na estrutura do Brasil para conseguir aumentar a taxas e seus bolsos, ladrões, bandidos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome