Bolsonaro ameaça baixas na equipe de Guedes

Mandatário estaria irritado com lentidão da equipe econômica em encontrar soluções para cumprir suas próprias promessas

Agência Brasil

Jornal GGN – Os embates em torno da interferência política de Jair Bolsonaro (sem partido) na Petrobras podem trazer consequências para a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo a coluna de Carla Araújo, no Uol, o silêncio da pasta sobre a saída de Roberto Castello Branco do comando da estatal pode causar a baixa do secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues.

A colunista lembra que, em setembro do ano passado, Bolsonaro chegou a dar “cartão-vermelho” quando o secretário anunciou propostas que previam restrições em benefícios sociais. Na ocasião, o mandatário teria ficado extremamente irritado com o auxiliar de Guedes.

Agora, de acordo com fontes palacianas, a irritação de Bolsonaro está na demora da equipe econômica em apresentar soluções para suas próprias promessas: como zerar o imposto federal sobre o Diesel. Além disso, a pasta ainda não consegue chegar ao valor final do auxílio emergencial, benefício que deve sustentar o apelo popular de Bolsonaro.

Ainda, também está na mira de Bolsonaro o secretário de Orçamento Federal, George Soares, que tem sido resistente a mudanças que signifiquem manobras fiscais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora