Comércio aponta piora de desempenho no semestre

Segmento registra pior resultado da série histórica, segundo pesquisa

Jornal GGN – O movimento dos consumidores nas lojas encerrou o primeiro semestre de 2016 com retração de 8,3% frente ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento elaborado pela consultoria Serasa Experian. Este foi o pior desempenho da atividade varejista em toda a série histórica do indicador, superando a queda de 6,9% observada no primeiro semestre de 2002, época em que o país vivia a “Crise do Apagão”.

A maior retração do consumidor no primeiro semestre de 2016 deu-se no segmento de veículos, motos e peças, o qual registrou queda de 17,0% frente ao primeiro semestre do ano passado. A segunda maior queda foi de 13,9%, observada no movimento dos consumidores nas lojas de tecidos, vestuário, calçados e acessórios, neste primeiro semestre de 2016. Também houve recuo de 13,3% nas lojas de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática.

Retrações menores ocorreram nas lojas de material de construção (-6,4%) e nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-7,5%). Somente o segmento de combustíveis e lubrificantes conseguiu encerrar o primeiro semestre no azul, com alta de 4,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Segundo a consultoria, “a forte retração da atividade varejista no primeiro semestre de 2016 é explicada pela continuidade da elevação da taxa de desemprego do país, pelo grau deprimido dos níveis de confiança do consumidor como também pelas condições mais restritivas do crediário”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora