Comércio mundial enfraquece

Economias do México, Alemanha e Japão despencam

O declínio abrupto nas economias dos três maiores parceiros comerciais dos EUA – México, Japão e Alemanha – ressaltou a gravidade da recessão mundial e colocou pressão para que as grandes nações industrializadas reavivem as moribundas negociações comerciais globais. Na quarta-feira, o México tornou-se o mais recente país a anunciar o afundamento da sua economia. O PIB do país caiu 21,5% no primeiro trimestre na taxa anualizada, o pior desempenho desde a crise do peso mexicano em 1995, levando o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Tesouro dos EUA a operarem um salvamento financeiro. Desta vez, o México se antecipou ligeiramente, ao arranjar com antecedência uma linha de crédito de US$ 47 bilhões do FMI. O declínio do México se seguiu um dia depois do anúncio do Japão de que a sua economia se contraiu 15,2% no primeiro trimestre, pior desempenho desde 1955. Na semana passada, a Alemanha declarou sua queda do PIB no primeiro trimestre, 14,4% anualizados, pior resultado desde 1970.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora