Perseguição implacável da Polícia Federal

Do Terra Magazine

Protógenes Queiroz: “PF tentou invadir meu apartamento”

Claudio Leal

O delegado federal Protógenes Queiroz, responsável pela Operação Satiagraha, relata que a Polícia Federal tentou entrar em seu apartamento, no Guarujá (SP), para realizar uma intimação, na manhã desta quinta-feira (29). “Tentaram invadir, mas não estou lá. Eles não acreditaram no porteiro. Teve um barraco. Eu me encontro em Lavras, Minas Gerais, e recebi um telefonema do porteiro, que resistiu à tentativa de invasão”, diz Protógenes.

Segundo o delegado, a intimação está relacionada a uma acusação da PF de que ele teria incitado a invasão das terras do banqueiro Daniel Dantas pelo MST (Movimento dos Sem Terra). “Fiz uma palestra na Associação dos Professores, na Praça da República, e me perguntaram sobre as concessões do subsolo brasileiro. Eu falei que estavam sendo negociadas no mercado paralelo e era dever do povo reagir, porque foram negociadas de forma clandestina”. Dois dias depois, em fevereiro de 2010, houve a ocupação da fazenda Maria Bonita, de Dantas, em Eldorado dos Carajás.

Queiroz afirma que já são 23 processos instaurados contra ele desde a eclosão da Satiagraha, em 2008. “Em 8 de julho, aniversário da operação, abriram mais três processos que favorecem Dantas. Um dos seis abertos recentemente diz que eu usei ‘palavras duvidosas’ no inquérito. Ora, se foram duvidosas, por que o banqueiro foi condenado?”, quesitona. “Há dois anos eles não param de abrir processos”. Filiado ao PCdoB, Protógenes Queiroz é candidato a deputado federal nas eleições 2010, em São Paulo. Nesta quinta, ao lado do secretário paulista de Relações Institucionais, Almino Affonso, ele participa de um seminário da Associação de Jornalistas de Minas Gerais. 

Comentário

Está havendo um exagero evidente, em que a PF está sendo usada para resolver questões pessoais. É hora de se por um termo a essa maluquice.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome