Economistas projetam desemprego elevado até 2023

Melhora dos índices depende diretamente de retomada mais consistente da economia; cenário eleitoral de 2022 também gera incógnita

Agência Brasil

Jornal GGN – Os prognósticos pessimistas para a economia em 2022, aliados aos efeitos da pandemia de covid-19, devem manter os dados de desemprego no Brasil em patamares elevados por mais algum tempo, só voltando ao patamar pré-pandemia em 2023.

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam um desemprego de 14,6% no trimestre fechado em maio, o que representa 14,8 milhões de pessoas em busca de trabalho no país – e o total da população subutilizada é ainda maior, chegando a 32,9 milhões. As estimativas de crescimento para 2022 são igualmente pessimistas, ficando abaixo de 2%.

Enquanto isso, o que se vê no exterior é que a retomada econômica ocorreu mais rapidamente onde o governo atuou no combate à pandemia desde o começo, com a compra de vacinas e a adoção de políticas de enfrentamento.

Clique aqui e veja como você pode colaborar com o jornalismo independente do GGN

Reportagem do jornal Folha de São Paulo também destaca o cenário eleitoral para 2022, com o presidente Jair Bolsonaro tumultuando o processo, colocando a confiabilidade das urnas eletrônicas em dúvida aliado ao sucessivo clima de confronto com outras autoridades, como o Supremo Tribunal Federal (STF) e os governadores, que adotaram políticas contrárias às pregadas pelo governo federal e priorizaram o isolamento social.

Os analistas entrevistados afirmam que a queda do desemprego vai depender de uma retomada mais consistente da atividade econômica, mas isso acontece em um cenário de inflação elevada – o que deve levar a taxa básica de juros a um novo ciclo de alta, e a possibilidade da Selic chegar a 7,5% ao ano no fim de 2021 não está descartada.

Leia Também

Fome no Brasil: agronegócio e desconstitucionalização de direitos

Justiça de SP define que Doria não pode vetar ato contra Bolsonaro no dia 7 de Setembro

Carta pede democracia, Fora Bolsonaro e Ditadura Nunca Mais e convoca ato nacional

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora