Em 2016, mais de 150 mil empregos foram cortados na indústria paulista

 
Jornal GGN – Em 2016, o nível de emprego na indústria de São Paulo teve queda de 6,58%, com o corte de 152,5 mil vagas de trabalho, de acordo com dados do  Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp e do Ciesp.
 
Em dezembro, o recuo foi de 1,62% na comparação com novembro, com  o fechamento de 35,5 mil vagas. De acordo com Guilherme Moreira, gerente do Depecon, o corte de postos de trabalho foi generalizado, atingindo 21 dos 22 setores analisados.

 
 
Para 2017, é esperado uma tendência de estabilização, com retomada na criação de vagas somente a partir de 2018. A pesquisa afirma que, desde 2011, foram encerradas 609 mil vagas, 518 mil entre 2014 e 2016. 
 
Na análise por regiões, a Grande São Paulo teve queda de 7,39% no emprego na indústria no ano passado, enquanto o recuo no interior foi de 6,20%. Entre as diretorias regionais, a maior variação negativa aconteceu em Cubatão, com 33,09%, puxada pelo setor de metalurgia e produtos de metal, seguido de Santa Bárbara d’Oeste (-14,18%) e Santo André (-13,33%).
 
Apenas duas regiões tiveram aumento no emprego: São Carlos, com variação positiva de 2,20%, influenciado pelos produtos de borracha e plástico e produtos diversos, e Marília, com 2,13%, devido aos produtos alimentícios e também pelos de borracha e plástico. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. em….

    Governos estaduais surfaram na onde de otimismo criada a partir de politicas federais. (e o governo federal não soube fazer propaganda disto). Um dos maiores beneficiados foi o governo do estado de São Paulo. Agora sem o véu da proteção e desculkpas vindas de Brasilia, se revelam as politicas Tucanalhas da Privatarias e se desnuda o projeto de 1/4 de século em SP, o famoso projeto “La tinha” do PSDB. E agora sem empregos como vocês pagarão por serviços públicos que foram privatizados e que extorquem os paulistas? Como você sairá de casa sem uns 100 reais para o pedágio? Nada como um dia após o outro. A verdade aparece. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome