Embaixador da Argentina contradiz Guedes

Ministro atribuiu a ele de redação de carta onde FHC e Lula criticaram proposta de redução de tarifa unilateral feita por Bolsonaro

O ministro da Economia, Paulo Guedes. foto Antonio Cruz/Agência Brasil - fotospublicas.com

Jornal GGN – O embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, contradisse as declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, a respeito do Mercosul – neste sábado, o argentino disse que Guedes atribuiu “erroneamente” a ele uma carta que critica a proposta do governo Bolsonaro de redução tarifária unilateral pelo bloco sul-americano.

Na última sexta-feira, durante a comissão temporária do Senado Federal que acompanha a pandemia, Paulo Guedes criticou o presidente da Argentina, Alberto Fernández, por conta dos assuntos que envolvem o Mercosul. Contudo, o documento foi elaborado pelos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luís Inácio Lula da Silva (PT).

“O ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, erroneamente me atribuiu ontem a redação da carta em que os ex-presidentes Lula e Cardoso defendem a integridade do Mercosul e afirmam que não é hora de reduzir a tarifa externa comum unilateralmente”, escreveu Scioli, segundo reportagem do jornal Correio Braziliense.

O embaixador também questionou a declaração de que a Argentina impede que o Mercosul seja modernizado.  De acordo com Scioli, os pronunciamentos de Paulo Guedes “não estão condicionadas ao espírito de unidade e compromisso com a integração bilateral que sempre promovi em todos os meus encontros com governadores, empresários e lideranças políticas a favor da integração dos dois países e do aprofundamento do vínculo entre a Argentina e o Brasil”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome