Brasil tem vantagens em biomassa residual

Do Grupo Temático Energia

Brasil tem vantagens em biomassa residual

Por Dayana Aquino

Na busca pela sustentabilidade energética, cientistas, empresas e governos passaram a prestar atenção em diferentes formas de geração de energia, até então consideradas onerosas ou desnecessárias. Uma dessas frentes é a geração de energia por meio da biomassa residual, ou esterco de animais, que vem despontando gradativamente como opção futura de fonte energética.

No começo de 2010, foi fechado um acordo de cooperação para a instalação do primeiro laboratório de biogás no Brasil, no Parque Tecnológico de Itaipu (PTI). De acordo com o coordenador de Energias Renováveis de Itaipu, Cícero Bley Jr., os últimos processos burocráticos para a instalação da unidade acontecerá no dia 9 de abril. Os recursos para o projeto, US$ 180 mil, virão da Áustria, US$ 100 mil e do Brasil, US$ 80 mil.

A unidade é fruto de um acordo de cooperação firmado entre Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi), a Universidade de Recursos Naturais e Ciências Aplicada à Vida, a Universidade de Boku, de Viena (Áustria), o Observatório Brasil de Energias Renováveis e o PTI.

Continua

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome