FGV projeta recuperação econômica a partir de 2025

Ciclo só irá se concretizar se o crescimento econômico do período 2021-2022 dobrar a partir de 2023

Jornal GGN – O ciclo de recuperação econômica pós-pandemia só deve estar finalizado em 2025, mas para isso ocorrer seria necessário dobrar o crescimento econômico do período 2021-2022 a partir de 2023.

Os cálculos (que consideram um cenário otimista) foram elaborados pela Fundação Getúlio Vargas. Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, a coordenadora do Boletim Macro do FGV Ibre, Silvia Matos, diz que o último trimestre de 2025 é o período em que a economia pode voltar ao patamar em que estaria se o avanço apurado de 2017 a 2019 não fosse interrompido pela pandemia de covid-19.

Com R$ 10 você pode colaborar com o jornalismo do GGN. Clique aqui e veja como

O estudo considera como tendência a manutenção de um avanço trimestral em torno de 0,45% (cerca de 1,8% anuais), o mesmo nível verificado no período de baixo crescimento após a recessão de 2014-2016. Com a pandemia de covid-19, o crescimento médio foi de 0,1% desde o início de 2021, e deve chegar a 0,2% até o final deste ano. A projeção do Ibre considera um avanço de 0,4% por trimestre em 2022, abaixo da tendência anterior.

“A gente fica comemorando voltar para o patamar pré-pandemia, mas não é só retornar ao que você estava em 2019. Tem de ser o ‘V’ que volta para a tendência”, diz Silvia. “Voltar à nossa mediocridade anterior, não dá para comemorar.”

Atualmente, o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro se encontra em patamares semelhantes ao visto no fim de 2019, mas está cerca de 2% abaixo dessa tendência pré-crise – e a diferença deve aumentar até o final de 2022, para só então começar a recuar.

Leia Também

IPCA comprova: nunca houve Ministro como Paulo Guedes, por Luis Nassif

Mais de 200 entidades pedem impeachment de Guedes

Varejo cai 4,1% em relação ao visto em 2020, diz IBGE

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome