Governo já cobra IOF a mais; arrecadação será embolsada

Segundo Ministério da Economia, Bolsa Família não será turbinado por falta de solução para precatórios e Imposto de Renda

Reprodução Google

Jornal GGN – A ampliação do programa Bolsa Família prometida para os meses de novembro e dezembro pode não ocorrer, segundo o Ministério da Economia, devido à falta de medidas para viabilizar o programa.

Desta forma, o ministério comandado por Paulo Guedes declarou ao jornal Folha de São Paulo que a arrecadação adicional obtida com o reajuste do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) seria embolsada.

Clique aqui e veja como colaborar com o jornalismo independente do GGN

Contudo, o encargo foi aumentado para tornar o aumento do Bolsa Família para R$ 300 em novembro e dezembro viável após o término do pagamento do auxílio emergencial, o que deve ocorrer no fim deste mês.

Na ocasião do aumento do imposto, o secretário do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, afirmou que a arrecadação extra do encargo chegaria a R$ 1,6 bilhão, o que permitiria o aumento do benefício. Porém, agora a ampliação do Bolsa Família vai depender de medidas negociadas para destravar o programa em 2022.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome