Kalecky e a gestão

No planejamento kaleckiano, um dos pontos principais era como usar melhor capacidade de produção existente. Kalecky considerava que o desenvolvimento era função da taxa de investimento sobre o coeficiente de capital, menos a depreciação real (não a contábil) mais a melhor utilização dos fatores. Em suma, gestão e manutenção.

Sachs conferiu a correção do pensamento de Kalecky recentemente, em uma empresa mexicana de obras públicas cujo diretor entendeu que equipamentos eram caros e mão de obra era barata. Passou a utilizar, então, os métodos de manutenção da aviação. Fez rios de dinheiro porque conseguiu baixar o custo do capital

Numa economia centralmente planejada, como a socialista (e seus estudos começaram na Polônia) estava nas mãos do governo poupar ou investir. Kalecky criou um “coeficiente de relutância” de um governo a reduzir o consumo do PIB para investir. Nas suas aulas, os alunos gritavam: “No nosso governo, esse coeficiente é zero”.

Quando falava em maximizar investimentos, Kalecky ironizava: “Se chegar a cem por cento, o coeficiente será perfeito. O único senão é que a população toda terá morrido”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome