Ministério da Economia estuda novo Orçamento para 2021

Pasta vê crime de responsabilidade se Bolsonaro sancionar texto como está

Jornal GGN – O Ministério da Economia afirmou que será “muito difícil” Jair Bolsonaro (sem partido) sancionar o Orçamento de 2021, a partir do texto aprovado pelo Congresso Nacional. Segundo apuração da Folha de S. Paulo, a equipe vê risco de o governo cometer crime de responsabilidade ao assinar o texto.

Palacianos avaliam que formalizar o Orçamento como as regras pré-estabelecidas significaria assinar uma condenação pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Sendo assim, a equipe de Paulo Guedes (Economia) procura uma forma de ajustar os números.

A reportagem destacou que, independentemente de como esse ajuste será feito, a condição é haver um acordo com a classe política, para definir o que será retirado do Orçamento.

Até então foram apresentadas três formas para ajustar o Orçamento: A votação de um novo projeto orçamentário o ajuste nos números pelo relator ou vetos a aumentos de despesas a serem feitos por Bolsonaro no ato da sanção.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora