Moody’s eleva rating da Petrobras, com perspectiva positiva

petrobras_-_steferson_faria_-ag_petrobras.jpg
 
Foto: Steferson Faria/Agência Petrobras
 
Jornal GGN – Na última segunda-feira (10), a agência de classificação de risco Moody’s anunciou a revisão do rating da Petrobras, elevando a nota de B2 para B1. Em fevereiro, a Standard & Poor’s também melhorou a nota da petrolífera estatal.
 
A Petrobras teve sua nota rebaixada para a categoria de maior risco em fevereiro de 2015. Agora, a empresa fica a quatro degraus da classificação das companhias mais bem avaliadas pela agência.
 
A Moody’s alterou a perspectiva de nota da petrolífera de estável para positiva, sendo que a estatal poderá ter sua classificação novamente elevada. 

 
Segundo a agência, a liquidez e as métricas financeiras da empresa evoluíram nos últimos trimestres devido à redução de investimentos, valorização do real em relação ao dólar e maior disciplina operacional.  A Moody’s também credita a melhora da nota à nova política de preços dos combustíveis adotada pela empresa. 
 
Entretanto, a agência vê com preocupação os riscos de liquidez da companhia, já que a Petrobras tem US$ 19 bilhões em dívidas que irão vencer nos próximos dois anos. Neste período o caixa da estatal ainda deve sofrer pressões em razão dos baixos preços do petróleo do mercado internacional. 
 
A Moody’s também disse que novas revisões positivas podem ser consideradas caso a empresa consiga levantar valores suficientes em seu programa de venda de ativos e se tiver êxito no refinanciamento de suas dívidas. 
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora