A Petrobras e o jogo dos boatos

Haja paciência ficar desmentindo boatos sobretudo dentro de um período de silêncio exigido por lei. A Petrobrás tem uma conduta exemplar neste caso. Parabéns.

***

Esclarecimento sobre Oferta Pública de Ações

2 de agosto de 2010 / 19:50

Em relação às informações divulgadas no domingo (1/8) pela imprensa, a Companhia esclarece que não procedemas afirmações de que a Petrobras teria “reformulado o desenho de sua capitalização” e que “a oferta de ações, inicialmente restrita aos atuais acionistas, deverá ser modelada como oferta global, aberta a todos os interessados no Brasil e no mundo.” A Petrobras reafirma aintenção de realizar a capitalização de recursos pela modalidade de oferta pública de ações, com prioridade de alocação aos detentores de ações de emissão da Companhia, com a meta de realizá-la em setembro do ano corrente.

Dessa forma, a Petrobras reitera as informações divulgadas em comunicado no dia 30 de abril de 2010, em conformidade com as regulamentações nacional e internacional aplicáveis e arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e demais mercados onde a Companhia tem suas ações negociadas. No mesmo comunicado a Petrobras informa que pretende conceder preferência aos detentores de suas ações, na forma de alocação prioritária.

A Petrobras ressalta que se encontra em período de silêncio, conforme determina o art. 48 da Instrução CVM 400/03, até a publicação do anúncio de encerramento da pretendida oferta pública de ações. Porém, reforça aos seus acionistas que informações oficiais sobre a evolução da pretendida operação são divulgadas única e exclusivamente pela Petrobras.

Dessa forma, a Companhia também não confirma quaisquer informações divulgadas pela imprensa em geral e informa que comentários sobre a pretendida oferta pública de ações, incluindo montante, detalhes sobre estrutura e cronograma de execução, constituem mera especulação.

Esse comunicado é de caráter meramente informativo, não constituindo uma oferta, convite ou solicitação de oferta de subscrição ou compra de quaisquer valores mobiliários no Brasil ou em qualquer outra jurisdição e, portanto, não deve ser utilizado como base para qualquer decisão de investimento.

fonte :

Petrobrás Fatos e Dados

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome