O balanço do leitor

Enviado por: Marcelo Luiz

Nassif,

Ainda é difícil delinear o que ocorrerá em 2010, mas algumas conclusões são óbvias:

Sobre o PSDB:

1- Enquanto tinha Aécio e Serra (1 turno), Alckmin teve a transferência de votos natural desses, estes eleitos, os efeitos dissiparam (e não foi por culpa dos mesmos frise-se);

2 – Parte dos radicais tucanos paulistas já culpam pela derrota é Aécio (apesar de paulista tenho que a inveja mata);

3 – FHC vai querer tornar Serra refém de sua visão política até pelo medo de perder para Aécio a indicação a presidente;

4 – Parte do staff de serristas, vindo do PMDB parece compartilhar da ótica que Serra é visto como o único que tem um projeto a contrapor-se a Lula;

5 – Acredito que seja Serra inteligente a ponto de ver que o ano de 2010 está longe e o que o povo quer é um político que traga desenvolvimento ao país com desenvolvimento social, só será possível governar o país quem enterrar de vez a influência de FHC, já que para o povo ele é ex-presidente e ninguém votou nele para FHC mandar;

6 – Aécio sai sem sombras de dúvidas como a alternativa mais palatável para grande parte da nação, mesmo quem não o tem como primeiro candidato, o vê como segunda alternativa, até por ser mais simples passar como o candidato que irá continuar a política social e mudar a economia para um viés desenvolvimentista;

7 – Alckmin deve tentar sair para prefeito de São Paulo para manter seu recall e tentar voltar em 2010 para governo. Um ponto que não vi tocado até o momento, como Serra deve mudar a equipe de primeiro, segundo, e terceiro escalão, deve haver fraturas, já que alguns têm postos a pelo menos 12 anos e quem perder verá Alckmin como traído pelo antigo PSDB uspiano e difundirá a lenda que o PSDB entregou as eleições desse ano para ganhar 2010 (nem preciso dizer que já li tal asneira);

8- A minha conclusão é que dentro do futuro quadro eleitoral Serra seja o que tem mais desafios, mas concordo se conseguir impor suas idéias (e mostrar que são suas) será um dos nomes fortes em 2010, mas a vida de Aécio parece-me ser mais fácil;

PT

9 – Jacques Vagner terá enormes dificuldades na Bahia, ACM não deixará barato, e utilizará da mesma tática que fez com o PT quando este governou a prefeitura (breca qualquer medida ou via assembléia legislativa ou judiciário e propaganda negativa em seus meios de comunicação);

10 – Dilma e Tarso terão que lutar contra os quadros paulistas que nitidamente perderam – Mercadante, Dirceu, e Palloci (o único quadro paulista vitorioso do PT daqui foi Marta, só ver os eleitos para deputado federal e estadual e a mudança da campanha aqui em São Paulo);

11 – Será um partido importante em 2010, mas que demorará a forjar unidade para um nome (é quase impossível se você colocar o número de dirigentes sob suspeita ou que vão ter que trabalhar muito para não naufragarem como na Bahia e Pará), mas se Lula seguir a sua cartilha econômica Nassif será (PT) o grande eleitor, talvez cresça em termos de capilaridade pelo país, o que pode levá-lo a tornar-se um novo PMDB – Mas, se tiver um candidato Marcelo Deda é o nome aqui;

PSB

12 – Eduardo Campos, este é o grande nome do Nordeste para o futuro;

13 – Ciro Gomes deve ser a carta anti-paulista da eleição, uma pessoa competente, mas talvez numa eleição com Serra para parte do eleitorado seja visto como semelhante, terá forte apoio de parte do PT, podendo se tornar até o líder da coligação no primeiro turno;

PPS

14- Blaigi pode surpreender pode ser um centro de atração para as idéias do moderno agro-business atraindo o PFL, rompeu com o passado que é Roberto Freire, tem idéias próprias e é desenvolvimentista;

Garotinho

15- Garotinho começou a sua arrancada, esta fazendo uma série de acordos com rádios em todo país diz que é para pregar (??), é um outsider;

PFL

16- Tornou-se o grande derrotado da eleição deste ano por ter diminuído o número de deputados federais e governadores;

17- Tem nomes jovens, mas será que com novas idéias, será que terá coragem de defender as idéias pró-mercado contra os desenvolvimentistas?;

17ª – Kassab que via com bons olhos, assinou o atestado de óbito no momento que propôs o aumento do IPTU e as mudanças do ISS, não terá chances contra Alckmin, poderá ser um político importante, mas sem grandes perspectivas a um cargo maior;

18- Sofrerá a influencia dos novos centros de gravidade da política brasileira: Anti-lula, Serra, Aécio, Eduardo Campos, Blaigi;

PMDB

19 – Continua sendo o maior partido do país e continuará a refletir as contradições nacionais (apesar dessa leva de governadores ser melhor que a anterior);

Desenvolvimentistas x mercado –

20 -A grande imprensa já exige que a política continua, espero logo ler um movimento fica Meirelles com apoio de figuras impar como Pedro Malan, Palloci etc;

21 – Se Lula não seguir seus conselhos, seguirá o mesmo fim de FHC, será considerado um ex-presidente que todos temem que tenha poder de novo;

22 -Se Lula não fizer agora, o próximo presidente fará, o eleitorado exigirá que o Brasil caminhe com uma pequena inflação, juros baixos, queda dos tributos e desenvolvimento de 4% no mínimo;

Eleições

23 – Finalmente acabou, nunca vi tanto ódio destilado e falta de idéias como essa campanha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora