O Brasil de André – 2

Com apenas 18 meses com a economia de volta às mãos dos pacoteiros, e apenas com sua capacidade de brincar de fliperama com as políticas monetária e cambial, tinha-se:

1) O país em nova crise cambial;

2) a volta de alíquotas super-protetoras em muitos setores;

3) crescimento exponencial da dívida interna, comprometendo o futuro ajuste fiscal;

4) e uma multidão de empreendedores arrependidos até a medula dos ossos por terem apostado no país e programado investimentos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora