O cordão dos vitoriosos

A celebração recíproca de Pedro Malan, Antonio Palocci e Maílson da Nóbrega, em seminário ocorrido ontem em São Paulo, é a própria elegia ao fracasso do país e ao sucesso de setores econômicos restritos. O grande final teria que ser mesmo a comprovação, hoje pelo IBGE, pelo 12o ano seguido, do “vôo de galinha” em que se transformou a economia brasileira, por mérito de ministros tão brilhantes. São incompetentes? Depende do ângulo que se analisa. Alcançaram plenamente seus objetivos de criar o mais prolongado período de benefícios ao capital não produtivo, às custas do sacrifício de toda a nação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora