O fundo de infra-estrutura

Do Projeto Brasil

O governo anunciou a criação de um fundo para infra-estrutura que utilizaria recursos do FGTS para disponibilizar R$ 5 bilhões em investimentos no setor. Qualquer forma de financiamento é bem vinda, mas segundo levantamento feito pelo Projeto Brasil e publicado no Documento Mestre de exportação, a solução dos gargalos necessita de pelo menos R$ 55 bilhões nos próximos cinco anos.

Segundo o próprio Ministério dos Transportes, o Governo deve investir R$ 40 bilhões em cinco anos nas rodovias. Estudo encomendado pela Associação Nacional de Transporte Ferroviário recomenda que entre 2004 e 2008, o Governo invista R$ 4,254 bilhões na malha, sem falar dos recursos aplicados pela iniciativa privada. Para a melhoria dos portos fluviais, o diretor do Ministério dos Transportes, Paulo de Tarso Carneiro, acredita que são necessários no mínimo R$ 1 bilhão no período 2006 – 2007. O presidente da Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP), Wilen Manteli, afirma que seriam necessários R$ 10 bilhões nos próximos cinco anos para solucionar os gargalos do setor portuário.

Além de garantir recursos, o governo deve tomar outra medida importante. De acordo com especialistas, é necessário definir marcos regulatórios claros, que propiciariam maior interesse do setor privado. Para eles, é contraditória a iniciativa do governo de criar um fundo de infra-estrutura ao mesmo tempo que mantém a política de contingenciamento do orçamento.

Veja a matéria completa com links para outras notas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora