O Iraque e o livre mercado

Olha o que dá tentar implantar modelos de livre mercado onde não existe uma economia madura e instituições adequadas:

Do Boletim do PNUD:

“A adoção de medidas voltadas à transformação da economia iraquiana para o modelo de livre mercado aumentou os níveis de pobreza no país. É o que indicam os dados preliminares de um estudo que está sendo elaborado pelo principal órgão estatístico do governo iraquiano com o apoio do PNUD. Os primeiros resultados do levantamento sugerem que a redução dos subsídios e a eliminação dos instrumentos de intervenção estatal agravaram o grau de privação no Iraque e que hoje aproximadamente um terço da população é pobre”.

Leia a íntegra aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora