O processo do investimento

Mais algumas explicações sobre o processo de aumento da produção das empresas, pelo leitor Carlos Manoel Marques:

Para esclarecer ao leitor Carlos de Brito:

A – A capacidade ociosa é uma coisa dinâmica. Quando os agentes de mercado informam sua capacidade ociosa, “tiram uma fotografia” de um certo momento. A partir do instante em que se seguem os procedimentos descritos, e se tendo sucesso, a “fotografia da capacidade ociosa” passa a ser outra.

B- No caso explicado, como eu havia dito que no ano de 1994 se trabalhava “full” aos Sábados, e finalizamos 2004 trabalhando com a planta “parcialmente” nos Sábados, acabou por haver uma pequena redução do quadro de pessoal.

C – Gostaria de lembrar também que olhando o fluir da linha do tempo, a redução de custos é sempre crescente devido os ganhos de produtividade obtidos por “aumento de capacidade” como o descrito, pois com maior volume de produção há diluição dos chamados “custos fixos”.

D – E que por final, os custos variáveis também diminuem porque faz parte do jogo você conhecer quais os seus custos variáveis mais importantes (de maior valor) e trabalhar também para reduzi-los. Na empresa onde trabalhei e que citei como exemplo, a planta por qual eu era responsável, tinha como maior custo variável o item “Energias” e depois, “Manutenção” dividida esta em “Matérias de Manutenção” e “Horas-homem gastas” com Manutenção. Garanto a você que reduções importantes foram conseguidas evitando-se desperdícios e fazendo-se por exemplo, a substituição de equipamentos que “quebravam mais” por outros que tinham seu MTBI maior. (Medium time between fails).

Só citei o exemplo “D” para mostrar que é pratica constante de qualquer Indústria, seja de bens ou de serviços, buscar continuamente outras “reduções de custo” que se encaixam sobre o guarda-chuva da palavra “PRODUTIVIDADE”. Esses aumentos de produtividade é que levam ao final a uma constante redução de custos ao longo do tempo. Como todo mundo faz isso, e há competitividade no mercado, os preços forçosamente caem.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome