Os bilionários norte-americanos

Soube agora, através da internet que multimilionários, cheios de amor ao próximo, decidiram doar suas fortunas. Será?? Well, quem viver verá!!!!

Mais de 30 multimilionários americanos prometeram hoje dar, pelo menos, 50 por cento das suas fortunas para a caridade, no âmbito de uma campanha lançada pelo investidor Warren Buffett e pelo fundador da Microsoft, Bill Gates.

The Giving Pledge é o nome da campanha, lançada em Junho, que tem como objectivo convencer centenas de multimilionários americanos a doarem grande parte das suas fortunas, em vida ou depois da morte, declarando publicamente essa intenção, através de uma carta de explicação.

Warren Buffett, um dos criadores do projecto, terceiro homem mais rico do mundo segundo a revista Forbes, revelou em comunicado que a campanha “ainda agora começou mas já tem uma adesão fantástica”.

Entre os milionários que aderiram à campanha The Giving Pledge constam nomes como Michael Bloomberg (presidente da Câmara de Nova Iorque e fundador da empresa de comunicações Bloomberg), Barry Diller (CEO da IAC), Larry Ellison (presidente da Oracle Corporation), T.Boone Pickens (chairman da BP Capital Management), Ted Turner (fundador da CNN), David Rockefeller (fundador da Standart Oil) e Ronald Perelman (investidor).

Na campanha The Giving Pledge pede-se às famílias ricas que escrevam uma carta a explicar como conseguiram alcançar as suas fortunas e como é que essas são geridas. “Estamos muito felizes por ver que tanta gente fez isso mesmo e que muitos assumiram não só esse compromisso, como também se comprometeram a doar montantes superiores ao mínimo de 50 por cento”, confessou Warren Buffett.

A campanha não pretende lucrar com esta iniciativa, mas sim pedir aos milionários que se comprometam publicamente a doar a sua riqueza para caridade.

“Fazer a diferença na vida das pessoas, e ver isso nos olhos delas é talvez a coisa mais gratificante que eu algum dia farei”, refere Mickael Bloomberg, um dos multimilionários, na sua carta de doação.

No último ano, Warren Buffett, Bill Gates e sua esposa Melinda, jantaram com dezenas de donos de grandes fortunas, com o propósito de os persuadir para esta mesma campanha de doação.

Em 2006, Buffett anunciou a doação de cerca de 99 por cento da sua riqueza à fundação de Bill e Melinda Gates. O próprio casal já doou à sua fundação mais de 28 mil milhões de dólares (22 mil milhões de euros ao câmbio actual) da sua fortuna.

Desde 1994, ano em que foi a fundação foi criada, já foram empregues 22 mil milhões de dólares (16 mil milhões de euros) na melhoria de serviços de saúde de países mais pobres e no acesso às oportunidades de vida, nomeadamente na educação, dos americanos.

“Há muito tempo que eu gosto de fazer dinheiro, mas também gosto de doá-lo”, escreve o multimilionário Pickens na sua carta, onde declara ainda não ser fã “da riqueza herdada”. E salienta: “Por norma, faz mais mal que bem”.

Segundo a revista Forbes, existem 403 multimilionários nos Estados Unidos, o país com o número mais elevado do mundo.

As cartas redigidas pelos multimilionários encontram-se disponíveis no site da campanha, http://givingpledge.org/.

http://economia.publico.pt/Noticia/multimilionarios-doam-fortunas-a-caridade_1450084 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome