Os empréstimos chineses

China enfrenta crédito represado

O Banco Popular da China tornou-se mais cauteloso, embora as orientações do governo (de injetar liquidez) permaneçam inalteradas, disse o presidente do Banco da China, Xiao Gang, O banco é o maior emprestador de divisas. “As taxas de juros estão em um nível comparativamente elevado, considerando os impactos negativos no índice de preços ao consumidor, mas não há sinal de que o banco central vá baixá-los”, disse Xiao, no relatório divulgado no domingo. Xiao acrescentou que os mais de cinco trilhões de iuanes (US$ 730 bilhões) em novos empréstimos que os bancos comerciais disponibilizaram desde o início do ano, ainda não foram totalmente canalizados para a economia real. Xiao não disse onde acha que os empréstimos foram concedidos de forma desobediente, mas analistas acreditam que uma parte pode ter sido afunilada para o mercado de ações para lucros rápidos, de acordo com o relatório.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora