Os gastos com medicamentos

Mais dados de Marcelo Gouvêa Teixeira, Secretário da Saúde de Minas Gerais:

No último ano, o PAB (Plano de Atenção Básica), conjunto de medicamentos fundamentais previsto no SUS (Sistema Único de Saúde), consumiu 7% dos gastos com compra de medicamentos, ou R$ 290 milhões. Já os gastos com medicamentos de caráter excepcional, liberados por medidas judiciais, chegam a 22%, ou R$ 1,2 bi.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome