Painel do dia

Recessão no Reino Unido se aprofunda

A contração da economia britânica no quarto trimestre de 2008 foi mais profunda do que o estimado anteriormente, puxada pela queda nos gastos dos consumidores e construção civil. Foi o maior declínio desde 1980. De acordo com o Escritório Nacional de Estatísticas, o PIB do quarto trimestre caiu 1,6% ante o terceiro, acima da estimativa preliminar de 1,5%, e 2% sobre o mesmo período de 2007. Os gastos com construção caíram 4,9% e o consumo diminuiu 1%. O economista-chefe do Banco de Inglaterra, Spencer Dale, disse hoje que as perspectivas para a economia britânica a curto prazo são “sombrias”.

Clique aqui


EUA e Europa divergem sobre combate à crise

A poucos dias do G20, reunião de cúpula entre as 20 nações mais industrializadas e emergentes, os Estados Unidos e a Europa divergem sobre a forma de combate à crise mundial. Os EUA defendem um plano coordenado de estímulos fiscais para preservar os empregos, enquanto a Europa resiste, argumentando que já possui uma rede de assistência social que atua nesse sentido. Para o continente, o mais importante é regulamentar os mercados financeiros internacionais.

Clique aqui


Commerzbank reconhece perdas de US$ 68 bi em ativos tóxicos

O Commerzbank, segundo maior banco alemão, alertou que sua receita deste ano será afetada por perdas de mais de 50 bilhões de euros (US$ 68 bilhões) em ativos tóxicos. A instituição justificou que o Dresdner Bank, comprado em janeiro, tinha 39,9 bilhões de euros em ativos tóxicos, que se somaram à posição própria do banco, de 15,5 bilhões de euros no final de 2008.
Para o banco, um número considerável de falências e reestruturações deve ocorrer este ano, com quase todas as carteiras sofrendo com as condições adversas de mercado.

Clique aqui


Obama quer ouvir presidentes de bancos dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, quer ouvir os presidentes dos maiores bancos do país sobre assuntos como a evolução da economia e negócios. O encontro acontece hoje, por volta do meio-dia. Ao mesmo tempo, a administração Obama procura ampliar sua autoridade para regulamentar o sistema financeiro. Esses planos devem ser apresentados na próxima semana, durante a reunião do G20 em Londres.
Clique aqui


OMC alerta sobre aumento do protecionismo

O estabelecimento gradual de medidas protecionistas ameaça estrangular o comércio internacional e impedir a recuperação econômica, alertou a OMC (Organização Mundial do Comércio) em seu último relatório sobre como os países estão reagindo à crise econômica e financeira. O diretor-geral da OMC, Pascal Lamy, apelou para que os governos se empenhem acentuadamente para impedir restrições ou distorções comerciais, e trabalhem para concluir negociações comerciais atualmente paralisadas.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora