Painel internacional

Presidente haitiano praticamente desaparece no rescaldo do terremoto

washingtonpost.com

Enquanto a ajuda externa e as tropas fluem para esta capital em ruínas, um governo haitiano liderado por um presidente tímido está sendo derrotado, tornando-o praticamente invisível desde que o terremoto estrangulou o país há seis dias. Político apático que foi educado no estrangeiro, o presidente René Préval tem falado muito mais para audiências externas por meio da televisão via satélite do que para seu próprio povo. Durante dias consecutivos neste fim de semana, Préval, 67, reuniu-se com a secretária de Estado dos EUA, Hillary Rodham Clinton, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. Mas ele ainda tem de visitar os vastos campos de refugiados que surgiram no centro da cidade ao lado do desintegrado Palácio Nacional, onde ele viveu. A visão do governo dos EUA sobre Préval, agrônomo de formação, é a de um tecnocrata amplamente livre das acentuadas ideologias políticas que têm dividido o Haiti por décadas. Mas num momento em que a tragédia está forçando o país, essencialmente, a começar de novo, a aversão de Préval à cena pública deixou milhões de haitianos se perguntando se existe realmente um governo.

Clique aqui

E mais:

Chefe do FMI alerta sobre ‘duplo mergulho’ da economia

EUA propõem ao G20 generalizar o imposto sobre os bancos

Risco de crédito da Islândia sobe ‘consideravelmente’

Vale deve recuperar participação no mercado de minério de ferro


Chefe do FMI alerta sobre ‘duplo mergulho’ da economia

BBC NEWS

O chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou que a economia global poderia experimentar outra crise – a chamada recessão de duplo mergulho. Dominique Strauss-Kahn disse que os países não devem deixar os pacotes de estímulo que têm apoiado o crescimento por meio de grandes quantidades de gastos do governo. “Temos que ser muito cautelosos, porque esta recuperação permanece muito frágil”, disse Strauss-Kahn. Ele acrescentou que a China e as economias da Ásia estão liderando a recuperação. “A recuperação nas economias avançadas tem sido lenta”, disse Strauss-Kahn. “O melhor indicador é a demanda privada e o emprego”. “Na maioria dos países, o crescimento ainda é apoiado por políticas governamentais. Enquanto você não tiver demanda privada suficientemente forte para compensar a necessidade de políticas públicas, você não deve sair. Ele complementou que a luta contra os altos níveis de dívida pública será uma prioridade para muitos governos, e sugeriu que o FMI poderia aumentar as suas previsões de crescimento para este ano. O Fundo está prevendo que a economia mundial crescerá 3,1% em 2010.

Clique aqui


EUA propõem ao G20 generalizar o imposto sobre os bancos

ELPAIS.COM

Barack Obama quer que sua cruzada contra os “benefícios maciços” e os “salários obscenos” dos bancos transcenda fronteiras. Portanto, o presidente dos EUA quer usar o G20 (grupo das 20 maiores economias mundiais) e o Conselho de Estabilidade Financeira para que se estenda a outros países uma taxa semelhante à que acaba de propor aos bancos que operam nos EUA, conforme relatado pela Casa Branca nos documentos que acompanham a proposta. Os países europeus vão considerar a ideia hoje na reunião do Eurogrupo, disse o próprio presidente, Jean-Claude Juncker, que aplaude a ideia norte-americana, mas se mostra um pouco cético quanto à sua generalização. Um dia antes de os titãs de Wall Street começarem a mostrar resultados, Obama subiu ao palco para revelar sua fórmula: um imposto seletivo sobre “responsabilidade financeira”, a 0,15% do passivo a descoberto das entidades com mais de US$ 50 bilhões em ativos. A taxa, que deve ser aprovada pelo Congresso, procura recuperar até oúltimo centavo” de dinheiro mobilizado na ajuda, mas também concebido como um instrumento para desencorajar o risco excessivo: recairá principalmente sobre os bancos que têm maior endividamento.

Clique aqui


Risco de crédito da Islândia sobe ‘consideravelmente’

O risco de crédito da Islândia pode aumentar “consideravelmente” enquanto a ilha enfrenta a ameaça de declínio da ajuda de emergência e o colapso do governo, disse a agência de classificação de risco Standard & Poor’s. “O problemaé que o programa desmoronar e, com isso, os riscos de deterioração aumentariam muito consideravelmente, disse em entrevista por telefone Moritz Kraemer, diretor da S&P para Europa, Oriente Médio e África, em 15 de janeiro. Se as perspectivas para o programa de resgate não melhorarem, é bem possível” que o governo entre em colapso. O presidente Olafur R. Grimsson decidiu bloquear em 5 de janeiro um acordo de depósitos entre o Reino Unido e a Holanda e pôs em questão a continuidade do desembolso de um empréstimo de US$ 4,6 bilhões do Fundo Monetário Internacional e dos países nórdicos que a Islândia precisa para evitar a moratória.

Clique aqui


Vale deve recuperar participação no mercado de minério de ferro

A Vale, maior mineradora de ferro do mundo, pode reconquistar participação de mercado dos rivais BHP Billiton e Rio Tinto, pois pode acelerar as exportações, ao passo em que a demanda para produção da matéria-prima do aço aumenta a níveis recordes. A Vale provavelmente vai ter 28% do mercado de minério de ferro este ano, o maior desde 2007, quando suas ações aumentaram 88%, de acordo com o analista do Barclays Capital Leonardo Correa. A produção pode subir 24%, para 313 milhões de toneladas, enquanto minas existentes se expandem e fábricas fechadas são reativadas, disse o Credit Suisse. A Vale, sediada no Rio de Janeiro, se beneficiará com a maior produção de aço da China conduz a demanda global por minério de ferro para um recorde de 1 bilhões de toneladas este ano, disse Correa em entrevista. “Vai ser um ano muito positivo para a empresa”, disse Pedro Galdi, analista da SLW Corretora, em São Paulo, em uma entrevista por telefone em 12 de janeiro. “Durante a crise, a Vale realizou pesados investimentos para aumentar a capacidade.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora