Painel internacional

Nobel de Economia defende novo sistema de reserva

O papel do dólar como boa reserva de valor é “questionável”, e a moeda tem um alto grau de risco, disse o vencedor do Prêmio Nobel de Economia Joseph Stiglitz. “Há necessidade de um sistema mundial de reservas”, disse Stiglitz, professor de economia da Universidade de Columbia, em uma conferência em Bangcoc hoje. O apoio de países como a China deve garantir discussões ordenadas em um novo sistema de reserva, acrescentou. O dólar se desvalorizou 12% desde 5 de março ante um índice que inclui o euro, iene e quatro outras moedas importantes. China, maior detentora mundial de reservas em divisas estrangeiras, e Rússia apelaram por uma nova moeda global para substituir o dólar como depósito dominante de armazenagem de reservas. “O sistema de reserva atual está em processo de desgaste”, disse Stiglitz. “O dólar não é uma boa reserva de valor. Neste momento, o dólar não está dando quase nenhum retorno, e qualquer um que olhe para a moeda tem que dizer que há um alto grau de risco“.

Clique aqui


Mercado de casas usadas em recuperação nos EUA

As vendas de casas existentes nos EUA em julho provavelmente subiram para o mais alto nível em 10 meses, sinalizando que a crise imobiliária que aleijou a maior economia do mundo está amainando, dizem os economistas. As compras subiram 2,1%, para uma taxa anualizada de 5 milhões de moradias, segundo a mediana das previsões de 64 economistas da pesquisa da Bloomberg News. Seria o quarto avanço consecutivo, superando o maior período de crescimento desde 2004. A queda de preços, créditos governamentais para compradores da primeira moradia e o custo baixo – recorde – de empréstimos podem estar acendendo a demanda e ajudando a economia a se recuperar da pior recessão desde 1930. Mas a perda de postos de trabalho em curso é um lembrete de que mais norte-americanos provavelmente irão perder suas casas, indicando que a recuperação será lenta.

Clique aqui


EUA anuncia fim do estímulo à troca de carros

CNNmoney

O programa norte-americano de US$ 3 bilhões, “Dinheiro por sucata” (estímulo fiscal para a troca de carros usados por novos), será encerrado na próxima segunda-feira, disse o governo. Os comerciantes devem entregar todos os negócios pendentes, incluindo a documentação necessária, até as 8h da manhã de segunda-feira. “Foi uma emoção fazer parte da melhor notícia econômica da história dos Estados Unidos”, disse o secretário dos Transportes Ray LaHood. “Agora estamos trabalhando no sentido de finalizar este programa muito popular”. Os funcionários decidiram encerrar o programa que o Congresso aprovou para acelerar as vendas de automóveis depois de constatar que o dinheiro vai acabar logo. Na quinta-feira, o programa registrou mais de 457.000 transações comerciais no valor de US$ 1,9 bilhão em descontos. O Ministério dos Transportes está confiante, baseado nas análises próprias das ofertas de carros usados apresentadas e das ainda pendentes, de que tem o programa tem dinheiro suficiente para até segunda-feira à noite, disse um alto funcionário da Casa Branca. “Estamos dando vários dias para que os consumidores e comerciantes finalizem os negócios”, disse o servidor público.

Clique aqui


Fundos diminuem posições em ativos chineses

Temores sobre a liquidez da China nesta semana acarretaram a saída de fluxos globais dos mercados emergentes no mais alto nível do ano, com os investidores migrando para títulos de renda fixa, disse o fundo de investimentos EPFR Global em nota nesta sexta-feira. Os fundos globais de capital dos mercados emergentes retiraram um fluxo de US$ 946 milhões na terceira semana de agosto, com a maior parte, US$ 810 milhões, resgatados de fundos de ações da Ásia, com exceção do Japão. Os fundos de ativos da China tiveram a pior semana desde o início do primeiro trimestre de 2008. Enquanto isso, os fundos de títulos globais controlados pela EPFR, que vieram de um mês recorde de entradas em julho, assimilaram US$ 954 milhões líquidos em dinheiro novo esta semana. “O crescimento resiliente da China tem sido o principal motor dos fluxos de entrada de fundos emergentes mercados de ações nos últimos meses”, disse a empresa. “Durante a terceira semana de agosto, porém, dúvidas sobre a qualidade dos empréstimos, cedidos em alta velocidade pelos bancos chineses durante o primeiro semestre de 2009, levaram os investidores a realizar lucros e embolsar alguns dos recentes ganhos”.

Clique aqui


Mais um banco dos EUA em perigo de falência

The Wall Street Journal

Os bancos norte-americanos estão morrendo no ritmo mais rápido desde 1992, principalmente por causa dos empréstimos ruins que fizeram. Agora que a crise bancária está entrando em uma nova fase, enquanto os credores sucumbem a grandes quantidades de empréstimos tóxicos e títulos que compraram de outros bancos. Os funcionários federais nesta quinta-feira estavam prontas para liquidar o Guaranty Financial Group, que seria o 10 º maior fracasso bancário na história dos EUA, e intermediário da venda de um banco do Texas para o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria, da Espanha.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome