Presidente da Petrobras culpa estados pela alta da gasolina

Seguindo discurso de Bolsonaro, Joaquim Silva e Luna diz que empresa não tem controle sobre preço final ao consumidor e culpa ICMS por alta

Reprodução

Jornal GGN – O presidente da Petrobras, general da reserva Joaquim Silva e Luna, seguiu o discurso do presidente Jair Bolsonaro e jogou a culpa dos sucessivos aumentos de preço dos combustíveis nas costas dos estados, eximindo a estatal de qualquer responsabilidade.

O presidente da estatal culpou o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) arrecadado pelos estados, afirmando que a Petrobras “não tem controle sobre a bomba”.

“A segunda parte, a do preço, corresponde a uma série de tributos e a outros termos da equação. A distribuição e revenda, o custo da mistura do etanol anidro, impostos estaduais, ICMS, e impostos federais, Cide, PIS, Cofins. Desses impostos aqui, eles estão na cadeia, o que afeta, porque acaba impactando todos os outros, é exatamente o ICMS”, disse Silva e Luna, segundo o jornal Correio Braziliense.

Ao invés de explicar os motivos que levaram a estatal a reajustar os preços da gasolina nove vezes apenas neste ano, ele repetiu diversas vezes que a Petrobras responde por 34% do valor final da gasolina, e que os governadores precisam colaborar para evitar que o preço do combustível continue crescendo.

“Qualquer termo que seja modificado, modifica a equação inteira. Necessariamente, quando há uma flutuação nos preços, não significa que a Petrobras teve alteração no preço do seu combustível, é um efeito que acontece em cascata e gera alguma volatilidade no preço do combustível. A Petrobras é responsável por parcela do preço dos combustíveis e tem total consciência disso. Ela é responsável pela parcela inicial, exatamente daquilo que é combustível propriamente dito”, ressaltou o militar.

Leia Também

Eletrobrás e Petrobras são públicas e o seu papel é servir ao povo Brasileiro, por Mailson da Silva Neto

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome