Produção industrial estável e deflação

O IBGE acaba de divulgar que a produção industrial de maio frente a abril fica estável. Ao mesmo tempo a FGV divulga deflação de 0,21% para o IPCS do mês de junho.

Esses dois fatos desmontam os argumentos do BC para aumento da taxa de juros.

E agora, como justificar novos aumentos? Como justificar a manutenção destas taxas?

O esperado é que, como sempre, o BC recorra a retóricas não baseada em fatos mas sim em suposições do que podia ter sido e no que poderá ser se o que podia ter sido tivesse acontecido.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora