Produção pecuária aponta queda no abate de bovinos

Dados preliminares do IBGE apontam aumento no abate de frangos e suínos no primeiro trimestre de 2021

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O abate de bovinos caiu 10,3% no primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto os abates de suínos e frangos subiram 4,9% e 2,4%, respectivamente, segundo os resultados preliminares da Estatística da Produção Pecuária, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com os dados preliminares, o número de cabeças de bovinos abatidas no trimestre foi 6,54 milhões, enquanto o abate de suínos registrou 12,53 milhões e o de frangos 1,55 bilhão de cabeças. Em relação ao último trimestre do ano passado, o recuo no abate de bovinos foi de -10,5%. O abate de suínos cresceu 0,2%, enquanto o de frangos se manteve estável.

No primeiro trimestre deste ano, o resultado preliminar aponta uma produção de 1,72 milhão de toneladas de carcaças de bovinos, queda de 6,8% em relação ao mesmo período de 2020, e de 12,7% na comparação com o último trimestre do mesmo ano.

Em relação aos suínos, o peso acumulado das carcaças atingiu 1,15 milhão de toneladas, com alta de 7,2% frente ao primeiro trimestre do ano passado e de 2,5% na comparação com o quarto trimestre de 2020. Já o peso das carcaças de frango foi de 3,63 milhões de toneladas, alta de 4,3% ante o mesmo período de 2020 e, frente ao último trimestre de 2020, o acréscimo foi de 1,6%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome