Projeção de crescimento do PIB recua para 2,77%

Do Estadão

Analistas calculam que economia irá crescer 2,77% em 2013

De acordo com a pesquisa Focus, analistas revisaram para baixo suas projeções para o PIB; perspectivas para inflação e Selic também foram alteradas

Eduardo Cucolo

BRASÍLIA – Após serem divulgados os dados do PIB na semana passada, os analistas revisaram suas perspectivas para o juro, inflação e Produto Interno Bruto. A começar pela previsão de crescimento da economia brasileira em 2013, a projeção para o PIB recuou de 2,93% para 2,77% na pesquisa Focus. Para 2014, a estimativa de expansão caiu de 3,50% para 3,40%. Há quatro semanas, as projeções eram, respectivamente, de 3,00% e 3,50%.

A projeção para o crescimento do setor industrial em 2013 subiu de 2,43% para 2,50%. Para 2014, economistas preveem avanço industrial de 3,00%, ante 3,10% da pesquisa anterior. Um mês antes, a Focus apontava estimativa de expansão de 2,39% para 2013 e de 3,55% em 2014 para o setor.

Analistas mantiveram ainda a previsão para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2013 em 35%. Para 2014, a projeção segue em 34,90%. Há quatro semanas, as projeções estavam em, respectivamente, 34,80% e 34,00% para esses dois anos.

Inflação menor

A perspectiva para a inflação, medida pelo IPCA, para 2013 caiu de 5,81% para 5,80%, de acordo com a pesquisa Focus divulgada há pouco pelo Banco Central. Há quatro semanas, a estimativa estava em 5,71%.

Para 2014, a projeção segue em 5,80% pela terceira semana seguida. Há quatro semanas, estava em 5,76%. A projeção de inflação para os próximos 12 meses subiu de 5,66% para 5,67%, conforme a projeção suavizada para o IPCA. Há quatro semanas, estava em 5,59%.

Nas estimativas do grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções, o chamado Top 5 da pesquisa Focus, a previsão para o IPCA em 2013 no cenário de médio prazo segue em 5,98%. Para 2014, a previsão dos cinco analistas subiu de 5,40% para 5,98%. Há um mês, o grupo apostava em altas de 5,76% e de 6,05% para cada ano, respectivamente.

Entre todos os analistas ouvidos pelo BC, a mediana das estimativas para o IPCA em maio de 2013 subiu de 0,37% para 0,38%, acima do 0,31% previsto há quatro semanas. Para junho de 2013, segue em 0,30%. Há quatro semanas, estava em 0,28%.

Juro

Na primeira pesquisa Focus divulgada após o Comitê de Política Monetária (Copom) acelerar o ritmo de alta dos juros, os economistas consultados pelo Banco Central elevaram a previsão para a Selic no fim de 2013, que passou de 8,25% para 8,50% ao ano. A taxa está hoje em 8% ao ano.

Para o fim de 2014, a mediana das projeções segue em 8,50% ao ano. Há quatro semanas, as duas projeções estavam em 8,25% ao ano.

A projeção para Selic média em 2013 subiu de 7,81% para 7,88% ao ano. Estava em 7,81% há quatro semanas. Para 2014, segue em 8,50% ao ano. Estava em 8,50% há quatro semanas.

Nas estimativas do grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções, o chamado Top 5 da pesquisa Focus, a previsão para a Selic no fim de 2013 no cenário de médio prazo caiu de 8,38% para 8,25% ao ano. Para o fim de 2014, recuou de 8,50% para 8,25% ao ano.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome