Recuperações judiciais caíram 24% entre janeiro e maio

reais_marcos_santos_usp_imagens_2_0.jpg
 
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Jornal GGN – Dados da Serasa Experian mostram que o país teve queda de 24% no número de recuperações judiciais nos cinco primeiros meses do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. 
 
Foram 574 recuperações judiciais requeridas entre janeiro e maio deste ano, contra 755 nos primeiros cinco meses de 2016. Micro e pequenas empresas são as que mais solicitaram recuperação judicial, com 347 contra 433 no ano passado.
 
Depois, aparecem as médias empresas, responsáveis por 148 requisições (contra 198 em 2016), e as grandes empresas, com 79 pedidos nos primeiros cinco meses do ano contra 124 no mesmo período de 2016. 

 
O mês de maio teve redução de 4,3% nos pedidos de recuperações judiciais, na comparação com o mesmo mês no ano anterior, chegando a 176 solicitações contra 184 em maio de 2016. Em relação a abril, com 76 solicitações, houve elevação de 131,6%.
 
Micro e pequenas empresas fizeram a maior parte das requisições de recuperação no mês de maio, com 9 requerimentos de médias empresas e outros 9 de grandes empresas. 
 
Segundo a Serasa, a redução no número de pedidos de recuperação é um sinal importante, que mostra que, junto com a tendência de queda das taxas de juros e recuo da inflação, as empresas estão gradativamente recuperando sua capacidade de pagamento.
 
Já o indicador de falências mostra que os cinco primeiros meses do ano tiveram aumento de 3% na comparação com o mesmo período de 2016, com 694 pedidos de falência contra 674 solicitações no ano passado. 
 
Deste total, 341 foram de micro e pequenas empresas, 159 foram de médias empresas e 194 foram de grandes companhias. 
 
Maio teve 194 pedidos de falência, um crescimento de 83% na comparação com o mês anterior e de 28,5% em relação a maio do ano passado. Novamente, as micro e pequenas empresas tiveram o maior número de pedidos de falência, com 86, seguidas das médias (55) e grandes (53).  
 
Veja mais dados da pesquisa da Serasa Experian aqui
 
unnamed_2_1.jpg
Assine
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora